15 de junho de 2017 às 10:14h

Lewandowski é sorteado relator de um dos inquéritos contra Aécio Neves no STF

O ministro Ricardo Lewandowski é o relator de um dos seis inquéritos contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), após redistribuição feita a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ele substituirá o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte.
 
Nesse inquérito, Aécio é investigado junto com o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), ex-governador de Minas Gerais, e o deputado federal Dimas Toledo (PP-MG) e o ex-deputado Pimenta da Veiga.
 
Todos são investigados por corrupção e lavagem de dinheiro, suspeitos de participar de um esquema para a receptação de R$ 6 milhões em doações ilegais para a campanha eleitoral dos envolvidos, em 2014.
 
Eles foram citados pelo delator Benedicto Júnior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, que afirmou que Aécio pediu a ele para que a empresa fizesse repasses à campanha dos parlamentares pouco antes do primeiro turno das eleições em 2014.
 
O inquérito é um dos 76 decorrentes das delações premiadas de ex-funcionários da Odebrecht. As investigações foram autorizadas por Edson Fachin, que havia sido escolhido relator por prevenção, por ser o responsável pela Lava Jato no Supremo.
 
A própria PGR, no entanto, argumentou que o caso não guarda relação com a Lava Jato, e pediu a redistribuição livre, por sorteio, o que foi autorizado na terça-feira (13) pela presidente do STF, Cármen Lúcia.
 
“As razões apresentadas pelo Ministério Público Federal e a manifestação do ministro relator conduzem à conclusão de inexistência de conexão ou continência” com a Lava Jato, escreveu a ministra no despacho em que determinou a redistribuição.
 
Da Agência Brasil
 

15 de junho de 2017 às 10:11h

Prefeitura de Caruaru assina Termo de Compromisso para acesso à Vila Andorinha

Nesta quinta-feira (15), será assinado o Termo de Compromisso para início das obras de pavimentação e iluminação do acesso à Vila Andorinha, em Caruaru. O evento será realizado na avenida principal da Vila, às 19h.
 
O início das obras está previsto para o final do mês de junho. De acordo com a Prefeitura, serão quase dois quilômetros de pavimentação e iluminação pública na estrada para Xique-xique. As obras Iniciarão nas proximidades do Clube dos Bancários, ao lado do SESI, até o loteamento da Viana & Moura, passando pela via onde será implantada a futura UPE (Universidade de Pernambuco).
 
Para a pavimentação, serão investidos R$1,4 milhão. Já a iluminação pública, do acesso ao loteamento da Viana & Moura e Lagoa de Pedra, na estrada de Maniçoba, custará R$200 mil e será custeada e executada exclusivamente pela Viana & Moura. 
 

15 de junho de 2017 às 09:24h

Ministério analisa liberação de R$ 1,1 milhão para segurança de Igarassu

(Foto: Ana Luisa Souza)


 
A Prefeitura de Igarassu está pleiteando R$ 1,1 milhão para reforçar da segurança pública no município. Os recursos são Fundo Nacional de Segurança Pública e justificados pela inclusão de Igarassu na listada das 30 cidades mais violentas do país no Atlas da Violência 2017, divulgado recentemente pelo Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas).
 
A solicitação foi feita pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE), em audiência nessa quarta-feira (14), no Ministério da Justiça, onde esteve acompanhado do prefeito Mário Ricardo (PTB), que entregou o projeto de convênio. “Temos um olhar especial para os municípios”, assinalou Levi. O Atlas da Violência 2017 apontou uma taxa de 69,4 mortes por 100 mil habitantes/ano em Igarassu, o que equivale a mais de uma morte por semana.
 
‘É um quadro dramático”, diagnosticou Armando ao secretário-executivo do Ministério da Justiça. Assinalou o senador petebista que o Pacto pela Vida retrocedeu em Pernambuco, que tem perspectiva de registrar seis mil homicídios este ano, índice maior, em ternos absolutos, do que todo estado de São Paulo, cuja população é mais de 4,5 vezes superior à pernambucana.
 
O projeto de convênio entregue por Mário Ricardo ao secretário Nacional de Segurança Pública, general Santos Cruz, que participou da audiência, prevê a implantação de uma central de inteligência e monitoramento municipal, ao custo de R$ 420 mil; aquisição de viaturas, com gastos previstos de R$ 361 mil, e compra de tasers e coletes para a guarda municipal de Igarassu, com despesas estimadas de R$ 334 mil. “São recursos modestos, mas essenciais,  que a prefeitura não dispõe”, argumentou Mário Ricardo.
 

15 de junho de 2017 às 09:06h

Cunha diz à PF que seu silêncio nunca esteve à venda e que Temer não o procurou


 
O ex-presidente da Câmara deputado cassado Eduardo Cunha disse hoje (14), em depoimento à Polícia Federal (PF), que o seu silêncio “nunca esteve à venda”, em referência à denúncia feita por Joesley Batista em acordo de delação premiado assinada com a força-tarefa da Operação Lava Jato. O peemedebista depôs nesta quarta-feira, em Curitiba, no inquérito que investiga o presidente da República Michel Temer.
 
Na saída da sede da PF na capital paranaense, o advogado de Cunha, Rodrigo Rios, informou à imprensa que o ex-deputado disse também que nunca foi procurado pelo presidente Michel Temer ou por interlocutores dele para evitar que ele fizesse delação premiada.
 
O depoimento de Cunha estava marcado para as 11h e durou cerca de 1h30. Preso desde outubro do ano passado no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, Cunha foi condenado a 15 anos de prisão em uma das ações em que é réu na Lava Jato.
 
Delação – Em maio, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin homologou a delação premiada dos irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, donos do grupo JBS. Para o acordo, Joesley entregou à Procuradoria-Geral da República a gravação de um encontro com o presidente Michel Temer. No diálogo, Temer teria sugerido que o empresário mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio.
 
Temer nega as acusações e pediu à PGR que o áudio apresentado pelo empresário seja periciado. Com autorização do Supremo, a Polícia Federal está fazendo a perícia nas gravações feitas pelo empresário Joesley Batista.
 
Da Agência Brasil
 

14 de junho de 2017 às 10:48h

Começa hoje (14) a terceira semana de festividades juninas em Caruaru


  
Nesta quarta-feira (14), começam as festividades da terceira semana do São João de Caruaru. As comemorações começam com apresentações dos Trios Fogo de Lenha e Preto do Leite, no Polo Juarez Santiago, localizado na Estação Ferroviária, às 20h e 22h, respectivamente.
 
Na quinta-feira (15), dia de Corpus Christi, as festividades começarão durante o dia no Parque de Eventos Luiz Lua Gonzaga, com a confecção dos tapetes decorativos, onde é usado como matéria-prima principal o pó de serra. Às 19h, começam as apresentações no Pátio do Forró com as apresentações do Diácono Carlos Genê e das comunidades Restauração, Jesus Misericordioso, Resgate e Kairós. Haverá ainda procissão com o Santíssimo Sacramento e apresentação com a cantora Rosimar Lemos.
 
Na sexta-feira (16), o forró toma conta de oito polos do São João de Caruaru. As festividades tem início, às 16h, na Casa do Forró, localizada na Estação Ferroviária e comandada pelo cantor caruarense Valdir Santos. O polo itinerante São João nas Ruas aporta o seu caminhão-palco no bairro das Rendeiras com apresentações do Trio Carrapicho, Renilda Cardoso e Maciel Melo. Haverá programação, ainda, nos polos do Repente, Juarez Santiago,Quadrilhas, Azulão, Candeeiro e Pátio do Forró, com destaque para Geraldinho Lins e Pedrinho Pegação.

 
No sábado (17), a programação tem início, às 10h, com shows noPolo Mestre Vitalino, no Alto do Moura. Onde gastronomia, forró e artesanato se misturam e viram parada obrigatória, durante o dia, para turistas e caruaruenses. Para a criançada, a partir das 17h, tem apresentação no Polo Infantil, localizado na Estação Ferroviária, com apresentações da Cia. Agora Eu Era com “O mar tá pra peixe” e da Cia. Brincantes – Borica Trindade. 
 
À noite, o destaque fica por conta do Polo Azulão, que receberá, a partir das 20h, as bandas Kinto Karma, Vimana, Casa de Ouro, Mamelungos e a olindense Eddie, que mistura blues, samba, frevo, surf music e rock n’roll. Mas pra quem busca espantar o friozinho que toma conta das noites de Caruaru dançando forró, tem apresentações nos Polo Juarez Santiago, Forró do Candeeiro e Pátio do Forró, que recebe Banda Caru Forró,  Vumbora,  Santanna – O cantador e o sertanejo Israel Novaes. No polo São João na Roça, a festa chega a Terra Vermelha com shows de João Lourenço e Hipólito Moura , Berinho Lima, Biliu de Campina e Silvério Pessoa.
 
No domingo (18), a programação do São João de Caruaru contemplará os polos Mestre Vitalino (Alto do Moura), do Repente, Infantil, das Quadrilhas, Juarez Santiago, Forró do Candeeiro e Pátio do Forró, que recebe, a partir das 20h, shows de Novinho da Paraíba, Silvério Pessoa, Nando Cordel e Gatinha Manhosa.
 


14 de junho de 2017 às 10:43h

Vacinação contra HPV é ampliada no público masculino

A partir deste mês de junho, meninos entre 11 e 14 anos poderão ser vacinados contra HPV. A determinação é do Ministério da Saúde e já está disponível. Desde a liberação para garotos, 38.069 jovens pernambucanos tomaram a primeira dose e 1.308 a segunda. Com esse acréscimo de faixas etárias, a expectativa é beneficiar cerca de 345 mil rapazes.
   
A vacina protege contra quatro subtipos mais frequentes do vírus HPV (6, 11, 16 e 18). “Além de tomar a primeira dose da vacina, os pais e responsáveis precisam ficar atentos para que seja feita a segunda dose após seis meses. Só assim o esquema ficará completo e os jovens protegidos”, ressalta a coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.
  
Além dos meninos, a vacina contra o HPV também é fornecida para as meninas entre os 9 e 13 anos, também em duas doses. No caso desse público, a proteção se dá para os cânceres de colo do útero, vulva, vaginal e anal; lesões pré-cancerosas; verrugas genitais e infecções causadas pelo vírus.
  
Os postos de saúde também vacinarão jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids. Nesses casos, serão três doses, com intervalo de dois e seis meses após a primeira dose. 
 

14 de junho de 2017 às 10:38h

Empresa assinará acordo para voltar a participar de licitações na Petrobras

A diretoria executiva da Petrobras autorizou assinatura de termo de compromisso com a empreiteira Andrade Gutierrez. O documento prevê um conjunto de obrigações de integridade permitindo que a empresa volte a participar de licitações na estatal.
 
Segundo a Petrobras, entre as obrigações e compromissos assumidos está a manutenção, por parte da Andrade Gutierrez, de um programa de integridade efetivo, em conformidade com a legislação anticorrupção e constituído de pontos de melhoria específicos estabelecidos pela petrolífera. Esse programa deve passar por verificação contínua e auditoria da Petrobras.
 
A Andrade Gutierrez tornou-se elegível para a assinatura do termo de compromisso por ter firmado acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF) e adotado medidas para corrigir e sanear irregularidades praticadas por seus representantes.
O bloqueio que atingiu a Andrade Gutierrez e outras 20 empresas citadas na Operação Lava Jato foi adotado pela Petrobras em 29 de dezembro de 2014. Essas companhias estão temporariamente impedidas de ser contratadas e de participar de licitações promovidas pela da estatal.
 
Da Agência Brasil
 

14 de junho de 2017 às 10:35h

Sesc Caruaru realiza VII Forró Solidário


 
Nesta quarta-feira (14), às 14h, o Sesc Caruaru realiza o VII Forró Solidário/ Encontro de Socialização Junina da Pessoa Idosa, que vai reunir vários grupos culturais de nove cidades do interior do Estado: Agrestina, Belo Jardim, Bezerros, Caruaru, Cupira, Sairé, São Caetano, Santa Cruz e Pesqueira.
  
A programação conta com forró pé de serra, apresentações culturais, ciranda, quadrilhas juninas entre outras atividades. Além dos idosos, familiares, convidados dos participantes e o público em geral podem participar. A entrada é um quilo de alimento não perecível, que será revertido para instituições sociais assistidas pelo programa Bando de Alimento/ Mesa Brasil do Sesc.
  
O objetivo do encontro é proporcionar momentos de lazer, promover o aumento da autoestima e melhorar a qualidade de vida da pessoa idosa, por meio da socialização e do intercâmbio com familiares e outros grupos.
 
A festa ocorre no Salão de Festas do Sesc Caruaru – Rua Rui Limeira Rosal, s/n, bairro Petrópolis. A entrada custa 1 kg de alimento não perecível.
 

14 de junho de 2017 às 10:30h

Novos postos de recadastramento biométrico serão inaugurados no interior do Estado

As cidade de Xexéu, Cortês, Santa cruz da Baixa Verde, Calumbi e Santa Terezinha, no interior de Pernambuco, terão novos postos de recadastramento biométrico. O cadastro biométrico tem como objetivo que os eleitores sejam identificados através das impressões digitais tornando as eleições mais seguras e evitando fraudes.
 
O município de Xexéu tem 11.888 mil eleitores, destes, 3.698 mil já realizaram a biometria. Em Cortês, os 11.142 mil eleitores devem comparecer ao posto de atendimento para fazer o recadastramento. Já em Santa Terezinha, todos os 8.289 mil eleitores também devem realizar o processo. O recadastramento para os 9.815 eleitores de Santa Cruz da Baixa Verde, começará na sexta-feira (16). Assim como na cidade de Calumbi, onde o total do eleitorado é 6.459 mil.
 
De acordo, com a diretora-geral, Isabela Landim, a importância da inauguração desses novos postos de biometria, “é agilizar o recadastramento do eleitorado nesses municípios, facilitando a vida do eleitor que não precisará se deslocar para a sede da zona”. A instalação de todos os postos com o início da realização da biometria em 2017 e conclusão em maio de 2018. Nesse ciclo está previsto 38 municípios.
 
Os atendimentos nos postos de biometrias serão de segunda a sexta, a partir das 8 horas às 14 horas.
 

14 de junho de 2017 às 10:05h

Após 7 horas, oposição conclui leitura de votos contrários à reforma trabalhista

Após mais de sete horas de leitura, os senadores da oposição concluíram a apresentação dos votos em separado contrários ao texto da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado. Somente a leitura do voto do senador Paulo Paim (PT-RS) durou quatro horas. Após o petista, foi a vez de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Lídice da Mata (PSB-BA) fazerem a exposição de seus votos pela rejeição total do texto da reforma.
 
Acordo firmado pelos integrantes da oposição e da base aliada do governo na CAS prevê que o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), apresentado pela manhã, seja votado na comissão na próxima semana.
 
A senadora do PSB apresentou seu voto nos mesmos moldes do que já tinha feito na votação da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), na última semana. Lídice voltou a se posicionar contra a proposta e defendeu que, ao prever o fim da obrigatoriedade do imposto sindical, o texto se converte em “preconceito ideológico contra os sindicatos e os trabalhadores”.
 
“Isso aqui, juntando-se à retirada do financiamento dos sindicatos, atinge de morte os sindicatos brasileiros. É a expressão mais cruel do conteúdo ideológico contra o trabalho e contra o trabalhador e contra a sua organização sindical”, afirmou.
 
Todos os quatro parlamentares da oposição apresentaram voto pela rejeição do relatório de Ferraço. Ainda pela manhã, o senador Paim, ao longo das quatro horas de leitura, fez críticas às mudanças propostas na legislação trabalhista como a possibilidade de alterações na jornada de trabalho, na rescisão dos contratos de trabalho e a adoção do trabalho intermitente.
 
Já a leitura do voto de Randolfe durou cerca de 40 minutos. Ele fez críticas a pontos como a prevalência do negociado sobre o legislado, ou seja, que o acordo coletivo seja prevalente à legislação. “A legislação brasileira atual já permite que o negociado prevaleça sobre o legislado para o benefício do trabalhador, mas a proposta permite que isso ocorra inclusive em prejuízo do trabalhador”, disse.
 
Vanessa Grazziotin também destacou em seu voto alguns pontos do projeto considerados por ela prejudiciais ao trabalhador. A senadora citou, por exemplo, artigos que tratam da prestação de horas extras, da intrajornada e do parcelamento de férias.
 
Parecer – No início da reunião, o relator do projeto da reforma trabalhistas na CAS, Ricardo Ferraço (PSDB-ES), apresentou seu parecer favorável à proposta. No texto, o relator defende que a reforma trabalhista aperfeiçoa leis para que o mercado de trabalho gere oportunidades para todos. “Essa é uma reforma para o conjunto da sociedade, para manter as conquistas e os direitos daqueles que possuem emprego formal e dos 55 milhões [de desempregados] que vivem em insegurança sem saber como vão pagar as contas no próximo mês”, disse.
 
Após ser votado na CAS, o projeto ainda deve passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir para votação no plenário da Casa.
 
Da Agência Brasil
 

14 de junho de 2017 às 09:37h

Câmara de Caruaru aprova aumento salarial dos secretários municipais

O Projeto de Lei 7508/2017 que modifica os salários do Prefeito, Vice-Prefeito e dos Secretários Municipais de Caruaru foi votado, na tarde dessa terça-feira (13), na Câmara Municipal. Os novos valores valem para o período de 2017/2020.
 
Agora, os secretários passam a receber R$ 12 mil – o salário anterior era de R$ 9 mil mensais. A lei foi revista por decisão da Justiça e aprovada por maioria de votos, sendo 19 votos à favor, três contra e uma abstenção. O projeto agora segue para sanção da prefeita Raquel Lyra.

 
Votaram a favor os vereadores Lula Torres, Leonardo Chaves, Taffarel, Allyson da Farmácia, Sergio Siqueira, Cecílio Pedro, Edjailson da Caru Forró, Edmilson do Salgado, Bruno Lambreta, Italo Farias, Pierson Leite, Duda do Vassoural, Rozael do Divinópolis, Zezé Parteira, Heleno Oscar, Fagner Fernandes, Ricardo Liberato, Presbítero Andrey Gouveia e Galego de Lajes.
 
Coerente com a situação econômica do país e que atinge os caruaruenses, foram contra o aumento os parlamentares Albers Lopes, Daniel Finizola e Marcelo Gomes.
 
O vereador Ranilson Enfermeiro se absteve.
 

14 de junho de 2017 às 09:24h

Oposição acusa governador de abandonar o Conselho de Desenvolvimento Econômico

Criado pelo Decreto 30.3131, de 2007, o Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (Cedes) está há mais de três anos sem função, alertou o líder da Oposição, deputado Silvio Costa Filho (PRB). O conselho tem a função de órgão de assessoramento e planejamento econômico, que reune empresários, acadêmicos, representantes da sociedade civil e dos movimentos sociais.
 
O Cedes foi criado para elaboração de políticas públicas para Pernambuco, sendo de sua competência o assessoramento ao governador na formulação da política de desenvolvimento econômico e social do Estado. Também deve identificar temas relevantes para o desenvolvimento, além de realizar encontros, seminários e mediar o debate com a sociedade civil, entre outras atribuições.
  
“Das discussões nascidas nesse conselho surgiram programas como o Pacto pela Vida e a política de interiorização dos investimentos. Mas este governo decidiu abandonar o Cedes, assim como tem feito com os principais canais de diálogo com a sociedade”, criticou o parlamentar.
  
Silvio destaca que entre as principais câmaras temáticas do Cedes estavam o da Violência, Educação, Novos Investimentos e Polos Econômicos. “Esse conselho virou referência para outros Estados como canal de participação popular e de elaboração de uma agenda para o desenvolvimento buscando o fortalecimento dos polos econômicos do Estado. É inaceitável que hoje o Cedes tenha sido abandonado”, ressaltou.