22 de outubro de 2013 às 16:55h

Na linha do “não queremos ser questionados”, SDS não vai mais falar sobre assassinato de promotor

promotor_thiago_faria_soares
 
A Secretaria de Defesa Social resolveu acabar com os questionamentos da imprensa e da opinião pública sobre o assassinato do promotor Thiago Soares, em Itaíba, sertão de Pernambuco. A secretaria divulgou nota informando que não vai mais dar entrevistas sobre o assunto. Na nota, a SDS tenta passar a impressão que não tem nada a ver com o pedido de “segredo de justiça”, atribuindo ao Ministério Público e ao “Presidente do Inquérito”. O presidente do inquérito é o delegado (funcionário da SDS) responsável pelas investigações.
 
O andamento da investigação e a forma como o suposto autor do crime foi preso, sem nenhuma prova material além do testemunho da noiva do promotor, levantaram questionamentos da imprensa nos últimos dias. Mysheva Martins, noiva de Thiago Soares, é de uma família inimiga do suspeito. O carro e a arma do crime não foram encontrados. A polícia também não conseguiu ainda localizar o fazendeiro apontado como mandante da execução.
 
A verdade é que o Governo do Estado, na busca por uma resposta rápida, apontou um caminho e não conseguiu prová-lo até agora, nem para a justiça, nem para a opinião pública. A decisão de não passar mais nenhuma informação é uma tentativa de evitar cobranças maiores. Nada mais que isso.
 
Confira a nota:
 
A Secretaria de Defesa Social – SDS informa que em razão da solicitação feita à Justiça pelo Presidente do Inquérito e pelo Ministério Público de Pernambuco – MPPE de decretação de sigilo nas apurações do assassinato do Promotor Tiago Faria, a partir desta data os integrantes da SDS e dos seus Órgãos Operativos estão impedidos de darem entrevistas sobre o caso.
 

22 de outubro de 2013 às 14:00h

Feira do Troca começa a ser revitalizada em Caruaru

foto (22)
 
Após o período de avaliação da área e finalização do processo licitatório, teve início esta semana o trabalho de revitalização da Feira do Troca.
 
A poda de árvores foi a primeira tarefa, já que a vasta copa tirava parte da visibilidade de quem circula pelo local e algumas estavam atingindo a rede elétrica.A nivelação do chão que era totalmente irregular e com buracos é outro ponto que está recebendo atenção especial.
 
A fim de modernizar a tradicional área de comércio de nossa cidade, a nova Feira do Troca vai contar com bancos padronizados, que possibilitem a visualização da mercadoria comercializada, além de monitoramento através de câmeras instaladas em toda a área da feira.
 

22 de outubro de 2013 às 13:55h

Defesa Civil Nacional lança a segunda edição do Anuário Brasileiro de Desastres Naturais

O Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, lançou, nesta terça-feira (22), o Anuário Brasileiro de Desastres Naturais 2012. A publicação reúne importantes informações sobre desastres naturais do país referentes ao ano passado, como a caracterização geográfica das cinco regiões brasileiras, que inclui aspectos de clima e vegetação, e o perfil dos desastres, desde a seca até inundações e vendavais.
 
O primeiro anuário lançado foi o referente a 2011. De acordo com o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Rafael Schadeck, a edição de 2012 passou por um processo de melhoria que, segundo ele, deve ser contínuo. “Ela já apresentou alguns avanços, detalhes que percebemos que poderiam ser melhorados de um ano para o outro. Tivemos avanços, por exemplo, na consistência dos números”, explica ele.
 
O anuário servirá de material de pesquisa para o meio acadêmico, governos e órgãos que lidam diretamente com desastres naturais. “As informações, as tabelas e os mapas estão melhorando, então ficará de forma cada vez mais clara a quem tiver utilidade dos dados. Até poucos anos atrás, a gente não havia nenhuma referência, nenhum banco de dados em nível nacional. A gente tinha esforços pontuais, mas não uma base de dados consolidada”, relata Schadeck.
 
Por meio das informações contidas no anuário é possível saber o número de pessoas desalojadas, desaparecidas e até mesmo a quantidade de óbitos decorrentes de cada tipo de desastre natural.
 

22 de outubro de 2013 às 11:05h

“Lá tem diversas famílias do mundo inteiro, inclusive de Caruaru”, diz Gilberto de Dora sobre Tambaba

O Além da Notícia (Rádio Jornal), desta terça-feira (22), teve a participação do vereadores de Caruaru, Gilberto de Dora, ainda sobre a sua entrevista em Tambaba (PB), praia de nudismo famosa em todo o mundo.
 
O parlamentar explicou que “o naturismo são as pessoas que curtem a natureza de forma natural. Lá tem diversas famílias do mundo inteiro, inclusive de Caruaru”, ressaltou.
 
Gilberto disse ainda que não viu problema em dar um depoimento à favor do naturalismo e que o local atrai a atenção de muitas pessoas e tem normas para o funcionamento.
 
“Muita gente tem o desejo de ir à Tambaba, lá é uma área de nudismo, só entra pelado. Antes tinha duas partes, tinha uma área que você podia tirar ou não, a outra era obrigatória. Depois de uma lei cortaram, só entra nudista. Na entrada tem uma triagem, explica as regras, todas as normas, não pode assediar ninguém, não pode tirar foto das outras pessoas”, esclareceu.
 
O vereador disse ainda que defende a natureza na totalidade, preservando plantas e animais. O programa teve ainda participação dos ouvintes, e na grande maioria, disseram não se importar com a vida particular do edil, desde que cumpra suas funções na Câmara de Vereadores.


22 de outubro de 2013 às 10:58h

O novo Código Penal Brasileiro e a segurança pública

Senador fala sobre a segurança pública

Senador fala sobre a segurança pública


 
Por Armando Monteiro, Senador
 
As recentes manifestações por melhores serviços públicos contribuíram para colocar a segurança pública como um dos temas prioritários dos governos e da sociedade brasileira. Os protestos de junho criaram um senso de urgência positivo em torno desse grave problema público que precisa ser respondido com seriedade. Uma das ações prioritárias no país é a atualização do nosso código penal, que hoje reflete uma realidade que não existe mais. Em consequência, nossas leis são fracas diante de criminosos cada vez mais organizados e agressivos. Criminosos que atacam policiais, promotores e juízes, sublevam presos e lucram com a venda de drogas para crianças e adolescentes não podem ficar impunes.
 
No Brasil, convivemos com níveis inaceitáveis de impunidade e em parte isso se deve ao fato de a nossa Lei Penal ser excessivamente branda. Atualmente, tramita no Senado o projeto de novo Código Penal. Faço parte da comissão especial encarregada dessa urgente tarefa e ali apresentei 35 emendas, dezoito das quais foram acolhidas no relatório preliminar. Eu e meus colegas naquele colegiado estamos empenhados em produzir um texto que faça diferença no combate ao crime, atentos que estamos às metamorfoses da criminalidade nas últimas décadas.
 
Os presídios do país inteiro tornaram-se espaços controlados pelo crime organizado. E, por iniciativa de minha autoria, o crime de amotinar presos poderá ser punido com uma nova pena de prisão, que se somará à pena original do infrator. Essa inovação na política penal ajudará no combate às facções criminosas que hoje controlam a vida dos presos e desafiam a autoridade do Estado. Também por minha iniciativa, será possível aumentar as penas daqueles que cometerem crimes contra agentes públicos responsáveis pela aplicação da lei, como juízes, policiais e promotores. Como bem acentuou no seu voto o relator da comissão, senador Pedro Taques (PDT/MT): “Não se trata de criar ‘privilégios’ corporativos, mas sim de reconhecer que o crime praticado contra agente público responsável pela aplicação da lei no exercício de suas funções ou em razão delas é em sua essência uma afronta ao Estado”.
 
Tenho enfatizado na minha atuação no Senado que o crime mudou e que o país precisa reformar sua política criminal para fazer frente às novas ameaças que nos desfiam. Crimes cometidos por associações criminosas se multiplicam e surgem novas formas de crime organizado como as milícias. Esse é o sentido da proposta que encaminhei para que o crime de participação em associações criminosas tivesse pena aumentada para quatro anos. Novas formas de defesa dos direitos dos cidadãos diante do Estado foram também incorporadas ao projeto de novo Código Penal.
 
Entre elas está a figura do desaparecimento forçado, em que o Governo, seus agentes, ou mesmo outros grupos, após privar de liberdade uma ou mais pessoas, deixam de informar ou se recusam a dar conhecimento da privação de liberdade ou do paradeiro do desaparecido. Ações legítimas do Estado para a manutenção da ordem não se confundem, em nenhum sentido, com supressão de direitos. Por isso é preciso ser duro contra os que transgridem a lei valendo-se do privilégio de serem agentes do Estado.
 
As inovações e mudanças introduzidas na proposta do novo Código Penal com certeza produzirão um intenso e bem-vindo debate na sociedade. Fica aqui o meu convite para que os pernambucanos sejam ativos nesse debate que é fundamental para garantir os direitos da coletividade e o exercício da autoridade do Estado contra o crime.

22 de outubro de 2013 às 08:50h

Partido Solidariedade ganha reforço de vereador de Caruaru

 
O vereador de Caruaru Eduardo Cantarelli deixou o PSDB para ingressar no Solidariedade, comandado no Estado pelo deputado federal Augusto Coutinho. O parlamentar assinou a sua ficha de filiação na nova legenda nesta segunda-feira (20), no Recife. O Solidariedade está representado em mais de 70 cidades pernambucanas e o prazo de filiação para quem tem mandato termina nesta quarta, uma vez que a Lei permite a mudança de legenda para novos partidos.
 

22 de outubro de 2013 às 08:47h

Polícia ainda não tem provas materiais para sustentar acusação contra suspeito de atirar em promotor

Carro encontrado era branco e foi queimado pelo dono... bêbado

Carro encontrado era branco e foi queimado pelo dono… bêbado


 
Uma semana depois da morte do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Faria Soares, 36 anos, a Polícia Civil ainda continua numa busca incessante por provas materiais que reforcem a linha de investigação de que o promotor foi assassinado pelo agricultor Edmacy Ubirajara, a mando do fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, por causa de disputa de terras. Na prática, a polícia tem, até agora, apenas o reconhecimento de Edmacy pela principal testemunha ocular do assassinato, a noiva do promotor, a advogada Mysheva Freire Ferrão Martins.
 
Não há provas materiais. Nem o carro nem as armas usadas no crime ainda foram localizados. Na ânsia de encontrar provas para fundamentar o inquérito, a polícia passou a manhã de ontem às voltas com a localização de um carro do mesmo modelo do veículo suspeito de ter sido usado para praticar o crime, um Corsa hatch escuro, encontrado completamente carbonizado a dois quilômetros do Centro de Águas Belas, no Agreste Meridional pernambucano.
 
A localização do Corsa queimado e a expectativa da polícia de que fosse o carro do crime mobilizou as equipes que investigam o caso e, principalmente, a cúpula da Secretaria de Defesa Social (SDS), que enviou uma peritos criminais de helicóptero até a cidade para periciar o veículo. Em pouco mais de uma hora os profissionais chegaram a Águas Belas e, para frustração de todos, constataram que o Corsa carbonizado era branco e foi incendiado pelo próprio dono, quando estava embriagado. A placa do veículo era KEU-2402, ano 2003.
 

22 de outubro de 2013 às 08:39h

Diogo Moraes é o novo vice-líder da Assembleia

20131021-234558
O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) foi nomeado nesta segunda-feira (21) como vice-líder do governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Ele substituirá Silvio Costa Filho (PTB), que deixou a função após seu partido decidir entregar os cargos que possuia no governo socialista de olho na eleição de 2014, quando o senador Armando Monteiro (PTB) deve disputar o Palácio do Campo das Princesas.
 
Diogo Moraes está no primeiro mandato, após ter sido eleito com 36.246 votos em 2010. Já foi vereador em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. Em 2006, participou da coordenação da campanha de Eduardo Campos para governador, na microrregião do pólo de confecções.
 

22 de outubro de 2013 às 08:23h

Entrevistada no Roda Viva, Marina diz que apelaria a Lula e FHC para governar

Marina Silva no Roda Viva

Marina Silva no Roda Viva


 
A ex-senadora Marina Silva afirmou ontem que, se sua chapa saísse vitoriosa da disputa pelo Planalto em 2014, procuraria os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) para ter governabilidade no Congresso.
 
‘Eu não teria nenhum problema, como aliada a Eduardo [Campos] e se ele ganha as eleições, de conversar com Lula e Fernando Henrique para que a gente possa pôr um basta nesse terror que virou hoje a governabilidade com base em distribuição de pedaços do Estado’, afirmou em entrevista ao programa ‘Roda Viva’, da TV Cultura. Apesar de dizer que recorreria aos ex-presidentes, lembrou que o tucano foi ‘tutelado’ por Antonio Carlos Magalhães (DEM) e o petista, pelo senador.
 
Ela voltou a dizer que não houve definição sobre ocupar a posição de vice de Campos na chapa socialista, mas que partiu do princípio de que o pernambucano é candidato. A ex-senadora também voltou a negar que as críticas que fez ao deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) se estendam a todo o setor do agronegócio.
 
Marina também criticou o PAC, vitrine de Dilma na área de infraestrutura. ‘O PAC não é um plano, não é sequer um programa, é uma espécie de gestão de obra a obra.’
 

22 de outubro de 2013 às 08:17h

Lula já avisou ao PT de Pernambuco: ”Armando é o candidato”

Candidato do PT, segundo Lula

Candidato do PT, segundo Lula


O ex-presidente Lula fez chegar aos aliados em Pernambuco que seu nome preferido para concorrer ao governo do Estado com a bandeira de Dilma Rousseff no palanque é o senador Armando Monteiro Neto, do PTB. Assim, agrega vários partidos, reduzindo o poder de fogo do governador Eduardo Campos. A informação é de Luiz Carlos Azedo, na coluna Brasília DF desta terça-feira.
 
Enquanto isso, o senador, agora livre do vínculo com a administração do governador Eduardo Campos, após a entrega dos cargos que o seu PTB tinha no governo do Estado, toca com força a sua candidatura, percorrendo todas as regiões. O senador recebe homenagens, faz conferências e visita correligionários de todo Pernambuco.
 

21 de outubro de 2013 às 17:20h

Pão de Açúcar terá Comissão para coletar assinaturas pró emancipação

Comissão colherá assinaturas para emancipação

Comissão colherá assinaturas para emancipação

O distrito de Pão de Açúcar, pertencente à Taquaritinga do Norte, deve começar esta semana o movimento para colher assinaturas dos moradores da cidade favoráveis à emancipação da localidade.
 
O projeto de Lei Complementar que define as regras para a criação de novos municípios exige a assinatura de 20% dos residentes na área, porém, a matéria ainda será submetida à presidente Dilma Rousseff, para a sanção.
 
Caso sancionada, a regulamentação em Pernambuco deverá ser realizada pela Assembleia Legislativa, que deverá convocar um plebiscito. O Estado tem como principal opositor o governador Eduardo Campos, que vê a Lei com ressalvas.
 
A Comissão de emancipação de Pão de Açúcar visitará também os distritos de Gravatá do Ibiapina, Jerimum, Algodão e Vila do Socorro.

21 de outubro de 2013 às 17:08h

Diretoria de Juventude realiza mais uma Roda de Conversa

.

.

Na próxima quarta-feira (23), a Diretoria de Juventude de Caruaru promove mais uma Roda de Conversa, na Casa das Juventudes Urbana, às 18h. A entrada é gratuita.
 
Esta semana o encontro terá o tema “Comissão da verdade”, com participação do professor Manoel Messias, um dos condenados pela Ditadura Militar. O convidado contará um pouco sobre os ideais defendidos na época, a prisão e os momentos de tortura.