27 de dezembro de 2013 às 07:13h

A Câmara vai sustentar 33 parlamentares e ficar mais vazia do que nunca

camara-vereadores-plenc3a1rio
 
Com a saída dos vereadores Eduardo Cantarelli e Jadiel da penitenciária Juiz Plácido de Souza, ontem, Caruaru agora vive uma situação inusitada. Além dos 23 edis habituais, a casa também precisará arcar com o custo dos dez suplentes que tomaram posse na semana passada, por força de decisão judicial.
 
O salário, deduzido do valor repassado pela Prefeitura todo mês, terá que ser pago a todos.
 
O vereador Leonardo Chaves, que foi obrigado pela justiça a manter essa situação, confirmou que não sabe ainda como fará para pagar os valores sem infringir a lei de responsabilidade fiscal, não ultrapassando o teto de 70% com gastos de pessoal. A solução pode ser demitir assessores. Nesse caso, os suplentes ficarão sem ninguém trabalhando nos gabinetes.
 
O município pode esperar, se assim for, seis meses de uma Câmara vazia e parada, sem condições de votar absolutamente nada. Mesmo havendo 33 pessoas na cidade que recebem salário de vereador.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.