26 de dezembro de 2013 às 14:26h

Abertas as inscrições para o curso “PROJETOS CULTURAIS – é fazendo que se aprende”

Com inscrições abertas até o dia 31 de dezembro, os profissionais ligados à música terão uma ótima oportunidade para aprender a captar recursos que financiam as produções. A Comadres Produções realizará, entre os dias 06 de janeiro e 14 de março de 2014, o curso “PROJETOS CULTURAIS- é fazendo que se aprende”, em Sairé (PE). As aulas acontecem de forma gratuita, de segunda a quinta-feira no Colégio Municipal São Miguel, das 18h30 às 21h30.
 
Com o objetivo de ajudar a cadeia produtiva musical de Sairé e adjacências a captar recursos através de projetos bem estruturados e ampliar as possibilidades de sustentabilidade nas carreiras dos músicos, através de editais, por exemplo, do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).
 
O curso será dividido em três eixos: Conceitos Globais e Termos Técnicos da Cadeia Produtiva da Música e Modelagem de Projetos, com 60h/aulas; Projetos Culturais, Marketing Cultural e Gestão de Recursos, Pessoas e Equipes, com 40h/aulas; e Equipes e Negócios e Conhecimentos Contábeis, Planilhas e Gestão Financeira de Projetos, com 50h/aulas. Ministrados por Jô Barbosa, especialista em Gestão de Cultura, Fátima Bento, administradora de empresas com habilitação em Marketing e especialista em Gestão de Pessoas e Marcos Oliveira, contador e consultor contábil, respectivamente.
 
“É com imensa alegria que estamos divulgando um curso completo de projetos culturais voltado para a cadeia produtiva da música. Esse curso foi aprovado pelo Funcultura e por essa razão será gratuito”, ressaltou Jô Barbosa.
 

O workshop tem recursos do Funcultura, possibilitando o acesso de forma gratuita. Estão disponíveis 30 vagas. Para participar é necessário apenas enviar curriculum vitae com carta de intenção para a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes de Sairé ou para o e-mail comadresproducoes@hotmail.com. Todo o material utilizado nas aulas será disponibilizado em DVD para evitar o uso de papel.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.