9 de setembro de 2015 às 17:06h

Aeronáutica espera contrapartida da Infraero para doar terreno para Aeroporto de Pernambuco

Senador Douglas Cintra e ministro da Defesa, Jaques Wagner
 
A Aeronáutica ainda está em negociações para ceder à Infraero o terreno da Base Aérea do Recife, fator decisivo na candidatura do Aeroporto dos Guararapes para sediar o hub na capital pernambucana da Latam, associação da TAM com a chilena LAN. A notícia, vista com preocupação, foi dada pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner, ao senador Douglas Cintra (PTB-PE), em audiência no Ministério.
 
O senador também esteve em reunião com o chefe do Estado Maior da Aeronáutica, brigadeiro Hélio Paes de Barros Junior, de quem ouviu que o Plano Estratégico da Aeronáutica prevê a redução das 18 bases aéreas atualmente existentes, entre elas a Base de Recife. Entretanto, o fim das negociações depende da contrapartida que a Infraero oferecerá pela base aérea.
 
Embora possua o maior terminal de passageiros entre os concorrentes – Fortaleza (CE) e Natal – com 76 mil m², o Aeroporto dos Guararapes só pode ser expandido para abrigar o hub se incorporar o terreno aeronáutica.
 
Negociações – A TAM convidou os senadores pernambucanos, o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, para uma reunião no dia 17 deste mês, em São Paulo, entre 13h e 14h30, para apresentar os resultados do estudo da consultoria inglesa Oxford Economics, contratada pela Latam, sobre os impactos econômicos em Pernambuco da instalação do hub. A mesma reunião ocorrerá com os representantes dos Estados concorrentes.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.