25 de setembro de 2014 às 07:29h

Após 100 dias de funcionamento, Hospital Mestre Vitalino alcança 52% da capacidade

hmv
 
O Hospital Mestre Vitalino (HMV) completa 100 dias de funcionamento nesta quinta-feira (25) e começa a ofertar atendimento de ambulatório de egressos em clínica médica e pediátrica. Nestas próximas duas semanas, já estão agendadas 25 pacientes para as consultas médicas. Com a abertura desse serviço, a unidade passa a operar com 52% de sua capacidade total. Até o momento, o hospital já dispõe de 142 leitos em clínica médica, pediatria, neurologia, oncologia, UTI adulto e UTI pediátrica.
 
O novo serviço de egresso é oferecido aos pacientes que foram internados no hospital e que, após a alta, ainda necessitem da continuidade do seu tratamento, servindo para a constatação da melhora do estado clínico da criança ou do adulto.
 
O atendimento se dará com médicos em clínica médica e pediátrica, além de uma equipe multiprofissional composta por enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e assistentes sociais.
 
Os exames que forem solicitados pela equipe médica também serão feitos na própria unidade. “Vamos dispor de exames de raio X, colonoscopia, endoscopia e exames laboratoriais.”, destacou Moisés Wanderley, Diretor Geral do Hospital Mestre Vitalino.
 
Segundo o Diretor Médico, dr. Paulo de Tarso, este ambulatório não comportará demandas espontâneas. “As consultas médicas serão dirigidas especificamente para pacientes que já utilizaram o serviço do hospital e o médico pediu sua volta. A partir de então, é agendado o retorno do paciente para avaliação médica em data preestabelecida.”, explicou Tarso.
 
Balanço – Durante os 100 dias de abertura do HMV, já deram entrada pela urgência e emergência da unidade 936 pessoas. Em relação aos exames laboratoriais, foram realizados 41.523, com destaque para patologia clínica, ultrassonografia, diagnose, radiodiagnóstico e tomografia computadorizada.
 
O Hospital Mestre Vitalino começou a funcionar no dia 15 de junho deste ano.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.