5 de novembro de 2015 às 10:03h

Após falhas, prazo para o Simples Doméstico é estendido para o dia 30

esocial certo
 
Depois de reclamações de empregadores e repetidas falhas de estabilidade de sistema nos últimos dias, o governo decidiu prorrogar para 30 de novembro o prazo de pagamento das guias do Simples Doméstico, regime unificado de recolhimento de encargos trabalhistas e tributos.
 
A presidente Dilma Rousseff reclamou com sua equipe que a Fazenda demorou a admitir que as falhas estavam prejudicando os contribuintes e deveria ter recomendado a prorrogação do prazo logo no começo desta semana. Desde que o sistema foi disponibilizado, no dia 1º de outubro, os patrões relataram dificuldade para acessar o sistema e realizar o cadastramento dos trabalhadores.
 
Mensagens de erro distintas, processos que precisavam ser reiniciados e até mesmo a coleta de todos os documentos solicitados consumiram horas dos usuários nos últimos dias.
 
O plano A do governo era encerrar os cadastros de empregados domésticos na última semana de outubro e na sequência disponibilizar a emissão do DAE (Documento de Arrecadação do eSocial) para o recolhimento de encargos e tributos. Mas a demora nos cadastros e a ausência de punições para quem perdesse o prazo fizeram com que a Receita admitisse o cadastramento até a data-limite para pagamento.
 
Na terça-feira (3), a Receita informou que, passados três dias, 13% dos patrões haviam tido êxito no procedimento -a metade do prazo inicial para emissão e pagamento do boleto unificado. Esse índice era de 22,9% nesta quarta-feira (4).
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.