13 de agosto de 2014 às 09:56h

Armando: “É preciso estimular a participação da mulher na política”

c972e20d-7b2f-4840-98af-b15724dac2c4
 
Candidato a governador de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB) defendeu uma maior participação das mulheres na política brasileira. O petebista, que é eleitor da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e tem a ex-deputada estadual Isabel Cristina (PT) integrando a chapa majoritária – a petista é 1ª suplente do candidato a senador João Paulo (PT) –, enfatizou que é preciso estimular a formação de quadros femininos para ocupar cargos públicos no Brasil.
 
Com esse estímulo, segundo o candidato Armando Monteiro, o Brasil vai conseguir ampliar a participação das mulheres em posições de destaque no País, minimizando as disparidades de gênero na representação nacional.
 
Armando destacou nesta terça-feira (12), durante um almoço em apoio à candidatura da deputada federal da vereadora do Recife, Isabella de Roldão (PDT), que o sistema político brasileiro tem um déficit de representação das mulheres. Segundo o candidato, na Câmara dos Deputados a participação feminina corresponde a apenas a 8% das 513 cadeiras no Parlamento, quando, tanto no Brasil como em Pernambuco, as mulheres são maioria na população.
 
“Isso é muito pouco. Inclusive porque a população feminina é maior do que a masculina”, assinalou Armando Monteiro, acrescentando que o atual sistema político, classificado por ele de “disfuncional”, não vem atendendo de forma legítima as aspirações do povo brasileiro. “As mulheres estão sub-representadas no Congresso Nacional”, concluiu.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.