24 de setembro de 2013 às 16:43h

“Armando Neto falou demais, Eduardo não vai brincar em serviço”, dizem fontes do PSB em Pernambuco

O governador Eduardo Campos está neste momento em uma escalada pessoal no Palácio do Governo, com o objetivo de realizar o maior número possível de filiações ao PSB.

 

 

O maior foco, de acordo com fontes socialistas, são as pessoas que podem se contrapor o projeto de Armando Monteiro Neto, ao governo do Estado, em 2014, por fora ou não da Aliança de Pernambuco.

 

 

Uma das últimas filiações, a portas fechadas, ao contrário do que vem fazendo o PTB, nesta segunda e terça-feira, foi o ex-candidato a prefeito de Pedra, José Osório Filho, que estava no PR. Ele perdeu as últimas eleições municipais, por 224 votos, para Zeca Vaz, do PTB, aliado de Armando Monteiro Neto.

 

 

A missão do novo socialista será dar palanque ao candidato do PSB na região. Além da filiação, Osório Filho ganhou o controle do partido. O pai dele, José Osório, prefeito de Buique, também entrou no PSB.

 

 

“Armando Neto falou demais”, conta uma fonte do PSB. “Quem está implodindo a aliança é ele, colocando seu projeto pessoal acima de qualquer coisa. Eduardo não vai brincar em serviço. Vai ser lá e ló”, conta.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.