29 de novembro de 2013 às 09:48h

Armando se apressa para costurar apoio de Dilma no Estado

20052010-20052010EF13417
 
Do Jornal do Commercio desta sexta-feira (29)
Por Gabriela López
 
Após se descolar da base aliada do governador Eduardo Campos (PSB), o senador Armando Monteiro Neto (PTB), pré-candidato ao Governo de Pernambuco no próximo ano, tem se aproximado cada vez mais da cúpula nacional do PT, de olho em uma possível aliança para fortalecer seu palanque. Embora petistas locais falem em lançamento de nome próprio ao Palácio do Campo das Princesas, a junção de forças interessa ao partido, já que eles têm o desafio de montar uma frente forte no Estado que é reduto do presidenciável Eduardo Campos.
 
Em uma demonstração da proximidade com os petistas, o senador está articulando uma visita da presidente a Pernambuco ainda este ano, na primeira quinzena de dezembro. No encontro de ontem, que durou mais de uma hora, foram discutidas as possibilidades de agenda, mantidas sob sigilo por enquanto. Segundo Armando, na reunião com Dilma também foram tratados “projetos de interesse de Pernambuco”
 
Questionado sobre o que ouviu da presidente em relação a sua candidatura, Armando afirmou que ela vê “com bons olhos”. “A presidente sabe que a conjunção de forças PT-PTB é importante para o palanque dela em Pernambuco. Ela vai prestigiar estas forças”, comentou.
 
Sem sinalização de apoio de Eduardo Campos ao projeto de Armando Monteiro, o PTB deixou no mês passado o governo socialista, entregando cargos e assumindo postura “independente” na Assembleia Legislativa (Alepe). Na ocasião, Armando Monteiro sinalizou apoio à reeleição de Dilma, em detrimento à postulação do socialista.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.