17 de dezembro de 2013 às 15:41h

Câmara de Belo Jardim vota nesta terça projeto que permite nomeação de parentes para primeiro escalão da prefeitura

Prefeito tem parentes no secretariado

Prefeito tem parentes no secretariado

A Câmara de Vereadores de Belo Jardim volta a apreciar nesta terça-feira (17) o projeto de lei que permite a contratação de parentes do prefeito e dos vereadores para o primeiro escalão da Prefeitura Municipal, comandada pelo prefeito João Mendonça (PSD). O projeto, de autoria do poder executivo, altera uma lei de 2009 que proibe a contratação desses parentes mesmo para cargos de natureza política, como secretários municipais. A sessão está marcada para às 19h30. O projeto, que precisa passar duas votações, deve voltar ao Plenário nesta quarta (18).
 
A proposta entrou na pauta de votação da Câmara há duas semanas, mas não foi votada por um pedido de vistas do oposicionista Tenente (PTB). Pelo regimento da Casa, não é mais possível pedir vistas e as votações devem ocorrer agora porque o ano legislativo só vai até a sexta (20). Como a proposta é do executivo, a regra determina que ela precisa entrar em pauta antes do final do ano.
 
Para aprovar a proposta, o prefeito precisa conseguir sete dos doze votos da Câmara. Hoje, oito vereadores integram a base do governo, mas um deles promete votar contra o chefe do executivo. Gilvandro Estrela (PV) foi o propositor da lei de 2009 e já confessou a alguns colegas que deve votar contrário ao projeto atual.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.