28 de setembro de 2017 às 10:44h

Deputado critica corte de 98% no orçamento da assistência social

Nesta quinta-feira (28), acontece o Dia Nacional de Mobilização em Defesa do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), com ações e mobilização em todo o País, entre elas uma audiência pública, às 13h, na Assembleia Legislativa de Pernambuco, organizada pela Frente Pernambucana em Defesa do SUAS.
 
As ações pressionam o governo Federal que anunciou cortes no orçamento da Assistência Social em todo o país. Defendendo o SUAS, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) criticou, na Tribuna da Câmara, a redução em 98% do orçamento. De R$ 3 bilhões previstos para 2018, apenas R$ 62 milhões serão destinados para a área em todo País. Segundo o parlamentar, o governo Temer continua a empregar uma política de cortes no orçamento de áreas estratégicas, como saúde, educação, ciência, tecnologia, assistência social.
 
“O governo continua com o desmonte do Estado brasileiro. Depois de avançar sob os direitos dos trabalhadores na reforma trabalhista, na reforma da Previdência, agora, anuncia um corte criminoso no Sistema Único de Assistência Social, que é fundamental para a rede de proteção social”, criticou Cabral.
 
O deputado ressaltou ainda que, só em Pernambuco, esse corte deve impactar no fechamento de 326 CRAS (Centros de Referência de Assistência Social), 425 espaços de convivência e 158 CREAS (Centros de Referência Especializado de Assistência Social) e oito Centros Especializados para População em Situação de Rua.
 
De acordo com a presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social de Pernambuco (Congemas/PE), Penélope Andrade, “o impacto da redução do orçamento na vida dos usuários do SUAS e suas famílias representa a desestruturação completa do Sistema Único de Assistência Social, construído por várias mãos desde a Constituição de 1988”, avaliou.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.