19 de setembro de 2014 às 08:22h

Datafolha aponta Dilma com 37%, Marina, 30%, e Aécio com 17%

c78bfb11b2419ad31dbf2527f8c316c6
 
Pesquisa indica diferença inédita entre candidatas no primeiro turno, mas aponta empate técnico no segundo. Pela primeira vez, rejeição à Marina supera a de Aécio.
 
De acordo com uma nova pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta sexta-feira, o apoio a Dilma Rousseff (PT) aumentou de 36% para 37%. Assim, a candidata à reeleição abriu uma vantagem inédita de 7 pontos percentuais sobre a rival Marina Silva (PSB), que passou de 33% para 30% das intenções de voto.
 
Numa simulação do segundo turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) apareceu com 44% dos votos, contra 46% de Marina Silva, indicando um empate técnico.
 
Já Aécio Neves (PSDB), que era o favorito para competir com Dilma no segundo turno até o candidato original do PSB, Eduardo Campos, morrer em um acidente aéreo no dia 13 de agosto, passou de 15% para 17% das intenções de voto.
 
Em relação à última pesquisa, Marina perdeu quatro pontos no Sudeste, quatro entre as mulheres, quatro entre os católicos, cinco entre os moradores de cidades médias (200 mil a 500 mil habitantes), e seis entre os eleitores de 25 a 34 anos. Dilma, por sua vez, passou a liderar em todas as regiões do País.
 
Uma possível explicação para o enfraquecimento de Marina é o aumento de sua rejeição, aponta a Folha de S. Paulo. Pela primeira vez, o índice dos que não votariam nela de forma alguma (22%) supera o de Aécio (21%).
 
O Datafolha entrevistou 5.340 eleitores entre os dias 17 e 18 de setembro. A margem de erro da pesquisa, encomendada pela TV Globo e pela Folha de S. Paulo, é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.