20 de janeiro de 2014 às 08:04h

Depois de crítica em minissérie da Globo, Ministro explica sobre obras de Transposição

transposicao-rio-sao-francisco-pernambuco
 
O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, falou à Folha de São Paulo em resposta às críticas do roteirista George Moura, que incluiu uma cena, na minissérie Amores Roubados, em que a personagem de Isis Valverde lamenta sobre a “obra que estava semidestruída antes mesmo de ser totalmente construída”. Veja o texto da coluna de Mônica Bergamo:
 
O ministro rebate declarações de George Moura, autor de “Amores Roubados”, que em entrevista à coluna criticou o “estado de abandono” e “a sensação de desperdício de dinheiro”. “Respeito a opinião dele, mas a impressão é incorreta”, diz Teixeira, que viu a cena da série da TV Globo na qual a personagem de Isis Valverde reclamou do “esquecimento” da obra. O projeto de R$ 8,2 bilhões deve atender 12 milhões de pessoas em quatro Estados do Nordeste.
 
Sobre o “cenário desolador, um canal seco e semidestruído antes mesmo de ser totalmente construído” em Pernambuco descrito por Moura, o ministro diz que o roteirista viu “um trecho de obras em que uma empresa havia saído e outra estava entrando”. O ministério também encaminhou as informações ao roteirista. Moura não quis comentar mais o assunto.

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.