13 de outubro de 2014 às 08:36h

Depois de declarar voto em Dilma, Wolney Queiroz apoiará Aécio no segundo turno

IMG_3564
 
O deputado federal reeleito Wolney Queiroz (PDT), mudou de ideia. No dia seguinte à eleição do primeiro turno, o filho do prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), anunciou voto em Dilma para a segunda etapa do pleito. Afirmou, inclusive no programa Além da Notícia, da Rádio Jornal, que “foi deputado durante um governo do PSDB e não queria passar por isso de novo”.
 
O pai foi mais precavido. Avisou que só declarava voto após a decisão do governador eleito Paulo Câmara. O futuro vice-presidente do PSB nacional e ocupante do Palácio do Campo das Princesas em 2015 decidiu apoiar o tal do PSDB.
 
Wolney, que já se encaminhava para o apoio ao PT, precisou fazer o retorno.
 
“ Nunca votei no PSDB. Nunca votei na direita. Para mim o natural seria apoiar Dilma, no segundo turno, mas fui procurado por Paulo Câmara e Fernando Bezerra, em Brasília, me fazendo um apelo para não quebrarmos a unidade que deu essa vitória tão expressiva em Pernambuco. Jarbas Vasconcelos também me procurou diversas vezes, além do vice de Aécio, Aloysio Nunes (PSDB-SP) também conversou comigo em Brasília. Enfim, ponderei esses apelos todos e vou seguir com a Frente Popular”, disse Wolney que neste sábado participou de almoço, na casa de Renata Campos, ao lado de Aécio Neves.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.