14 de janeiro de 2014 às 14:33h

Depois de expulsão, PPS vai buscar o mandato de Jajá

O vereador do Recife Raul Jungmann falou hoje ao programa Além da Notícia, na Rádio Jornal. Jungmann é vice-presidente estadual do PPS e participou do processo disciplinar movido pelo partido contra o vereador de Caruaru Jajá. A decisão da sigla foi expulsar o edil da sigla. E vai além: “Por lei, está definido que, no Brasil, o mandato pertence ao partido e não à pessoa do vereador. Neste caso, nós vamos requerer o mandato e quem deve assumir o cargo é o suplente do PPS”, explicou.
 
Raul Jungmann fez questão de lembrar que nada está definido ainda, porque Jajá ainda tem o direito de recorrer da decisão. Mas reitera que a posição do partido será essa.
 
Jajá foi expulso do partido depois de ter gravações de vídeo e ligações telefônicas interceptadas pela polícia. Através desses registros foi deflagrada a Operação Ponto Final, com a prisão de dez vereadores em Caruaru, incluindo Jajá, que estariam cobrando propina para aprovar projetos do executivo municipal.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.