23 de novembro de 2015 às 08:53h

Destra envia nota sobre liminar que suspende contrato com empresas de ônibus

Nessa sexta-feira (20) o Ministério Público de Pernambuco pediu a suspensão dos contratos das três empresas vencedoras da licitação para a concessão de linhas de ônibus em Caruaru, Agreste pernambucano. O pedido foi ajuizado via ação cautelar preparatória com solicitação de liminar contra a Destra e as empresas Coletivo, Tabosa e Capital do Agreste.
 
Os contratos foram assinados no dia 24 de agosto e estavam previstos para valer no último domingo (22).
 
Por meio de nota, a Destra se pronunciou sobre o caso:
 
Sobre a liminar do Judiciário suspendendo o contrato com as empresas de ônibus vencedoras da licitação do transporte público, a Prefeitura de Caruaru informa que acata a decisão da Justiça e o serviço de transporte público municipal será mantido no formato atual, com as empresas Coletivo, Tabosa, Capital do Agreste e Bahia operando normalmente, sem qualquer alteração na prestação do serviço, até a decisão final da Justiça.
 
Até a decisão final, a Prefeitura de Caruaru e a Destra se pronunciarão apenas por nota.
 
Assessoria de Imprensa da Destra

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.