18 de setembro de 2013 às 16:06h

É divórcio mesmo! Eduardo diz que sai sem romper com Dilma, mas líder do partido diz que vai pedir os cargos do PT nos Estados

Agora a briga é pra valer -  PSB quer que PT também entregue cargos

Agora a briga é pra valer – PSB quer que PT também entregue cargos


 
O PSB vai cobrar do PT a devolução dos cargos nos Estados governados pelos socialistas. “Se o PT nos cobrou a devolução dos cargos nacionais, esperamos que eles sejam coerentes e devolvam também os cargos que têm nos governos do PSB. Eles devem se comportar do mesmo jeito”, disse o líder do partido na Câmara, Beto Albuquerque (RS).
 
A declaração de Albuquerque demonstra que o rompimento não será só a saída do PSB do governo de Dilma Rousseff, mas o divórcio entre os dois partidos. Na terça-feira, 17, o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também provável candidato a presidente em 2014, tinha dito que o partido não pediria os cargos. Mas a ala mais favorável ao rompimento decidiu exigir que o PT entregue tudo. Os dois partidos são aliados, principalmente, no Ceará, no Piauí e em Pernambuco.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.