14 de abril de 2014 às 09:16h

Eduardo Campos lança candidatura à Presidência. Marina será vice

20131226052808_cv_Marinaeeduardopn3891_gde
 
O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) lança oficialmente a sua candidatura presidencial na tarde desta segunda-feira (14), em Brasília. A ex-senadora Marina Silva (PSB/Rede) será a vice da chapa. O ato acontece a partir das 14h, no Salão Azul do Hotel Nacional. O ex-governador disputará a eleição contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e contra o senador mineiro Aécio Neves (PSDB). Hoje, Eduardo possui apoio da Rede, PPS e PPL.
 
Marina deve ser o destaque do evento, discursando, inclusive, após de Eduardo. Em 2010, a ex-senadora obteve quase 20 milhões de votos na disputa pelo Palácio do Planalto. Marina se filiou ao PSB em outubro do ano passado, depois de ter o registro de seu partido, a Rede Sustentabilidade, negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A expectativa do PSB é que ela dê visibilidade à campanha de Campos.
 
O lançamento da candidatura em Brasília irá contar com várias lideranças políticas de Pernambuco. Estarão presentes o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa (PDT), e o candidato do PSB ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB).
 
O governador João Lyra Neto (PSB), que assumiu há dez dias após a desincompatibilização de Eduardo, chegou a comprar as passagens, mas abriu mão de ir para recepcionar Dilma em sua visita ao Estado. Depois de meses sem vir a Pernambuco, a presidente marcou duas agendas administrativas para esta segunda depois que o PSB marcou o anúncio nacional.
 
Eduardo Campos aparece em terceiro lugar, com 10% de intenções de voto, na última pesquisa nacional divulgada pelo Datafolha. Para melhorar o número, deve começar a percorrer o País após o anúncio desta segunda. Ele também irá se mudar para São Paulo, maior colégio eleitoral do País, para facilitar as viagens pelo País.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.