28 de março de 2014 às 08:12h

Eduardo Campos lança Portal Miguel Arraes, com memórias da trajetória política do avô

.

.

O presidente Nacional do PSB, governador de Pernambuco, Eduardo Campos, inaugurou nesta quinta-feira (27) em Recife o Portal Miguel Arraes, que pode ser acessado pelo endereço: www.institutomiguelarraes.com.br. O espaço é dedicado a preservar a memória e a obra do homem público Miguel Arraes, governador de Pernambuco por três vezes e avô de Eduardo, assim como a lucidez de seu pensamento político e social.
 
A inauguração ocorre em data simbólica para essa trajetória e também para familiares, colaboradores, correligionários e admiradores de Arraes – neste mês de março, o golpe militar, que o depôs em 1964 do governo de Pernambuco e o levou ao exílio fora do país, completa 50 anos.
 
“A importância do Portal é muito grande para nós, pois cresce a importância das redes sociais como plataforma de comunicação”, destacou Eduardo Campos. Segundo ele, o espaço é fundamental para que as pessoas, sobretudo as novas gerações, possam ter acesso ao que representou o pensamento e a ação política de Miguel Arraes ao longo de uma fase muito importante da vida brasileira – de meados do século 20 até o início do século 21.
 
“Nosso objetivo com o Portal é mostrar a presença de um homem que dedicou a sua vida à causa da luta popular brasileira, à construção da Nação, à boa prática política”, ressaltou Campos. “Um homem que tinha a capacidade de promover a unidade entre diferentes, em torno de uma pauta e de uma agenda inovadoras que pudessem melhorar a vida de muitas pessoas”.
 
O atual governador de Pernambuco declarou estar muito feliz de justamente na data histórica dos 50 anos do golpe militar poder ver o avô ainda vivo, através das suas ideias e da sua memória. “Ele está embalando o sonho de novas gerações e também a luta para que sigamos em frente, a fim de construir um Brasil mais justo, mais equilibrado socialmente, onde o povo possa ter direito à felicidade”, afirmou.
 
O Portal representa o Instituto Miguel Arraes (IMA) que foi concebido como instituição sem fins lucrativos para atuar nas linhas e princípios dos ideais defendidos por Arraes. Para isso, pretende interagir com o mundo acadêmico, as três esferas de governo, organizações da sociedade civil, com os meios científicos, o ambiente político e os partidos, em particular com o PSB e a Fundação João Mangabeira, instituições a que dedicou os últimos quinze anos de sua vida. “A presença do Instituto Miguel Arraes em meio eletrônico, com o Portal, nos abre agora a interlocução com o público em geral”, apontou Eduardo Campos.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.