31 de março de 2014 às 08:00h

Eduardo inaugura mais três UpaEs no Agreste

EBO_3515
 
“A saúde de Pernambuco ganha um reforço especial com essas novas unidades”. Foi o que disse o governador, neste domingo (30/03), durante a inauguração da Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. No mesmo dia, Eduardo ainda entregou outras duas unidades, a UPAE de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, e a de Limoeiro, no Agreste. Até o final deste ano, outras seis unidades serão inauguradas nos municípios de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife; Escada e Palmares, ambas na Mata Sul; Goiana e Carpina, municípios localizados na Mata Norte; e Ouricuri, no Sertão do Araripe.
 
Para Eduardo, as especialidades vão garantir mais qualidade no diagnóstico e no tratamento de doenças de baixa e média complexidade. “É importante destacar que as UpaEs foram construídas com 100% de recursos do Governo do Estado e a manutenção será compartilhada com as prefeituras”, lembrou o governador.
 
Ao todo, o Governo do Estado investiu R$ 37 milhões nas três unidades entregues neste domingo ao povo pernambucano. Antes de definir os locais para a implantação das UpaEs, a equipe da saúde procurou uma localização estratégica para cada nova unidade. A UPAE de Arcorverde vai beneficiar 13 cidades. A unidade de Belo Jardim vai atender a 270 mil habitantes dos municípios de Alagoinha, Cachoeirinha, Pesqueira, Poção, Sanharó, São Bento do Una e Tacaimbó.
 
Já o equipamento de Limoeiro beneficia 12 municípios do Agreste e da Mata Norte, totalizando uma população de cerca de 300 mil habitantes. Cada unidade terá capacidade para realizar cerca de 80 mil atendimentos e 160 mil exames em diversas especialidades. O objetivo da ação é descentralizar os atendimentos e oferecer conforto aos pernambucanos que residem no interior.
 
“Com as UpaEs, nós estamos reforçando a atenção básica em todo o Estado, garantindo um atendimento integral a todos os pernambucanos”, salientou o secretário de Saúde, Antonio Carlos Figueira, garantindo que a união entre Estado e os municípios foi um dos fatores que possibilitaram a implantação das novas unidades.
 
Já o prefeito de Belo Jardim, João Mendonça, lembrou que já fazia 30 anos que a cidade não recebia um grande investimento. “A última intervenção foi a construção do Quartel dos Bombeiros, viabilizado ainda no governo de Joaquim Francisco”, disse o prefeito, ressaltando que a UPAE foi construída em apenas cinco meses e vai beneficiar diversas cidades da região.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.