26 de novembro de 2013 às 09:01h

Em Água Preta, após confusão, Armando toma posse como prefeito

_MG_1596
 
O prefeito eleito de Água Preta – na Zona da Mata Sul de Pernambuco, na eleição suplementar do último dia 3, Armando Souto (PDT) tomou posse nesta segunda-feira (25) em meio à confusão. Ocorre que o pedetista tentou ser empossado no dia da diplomação, na quarta passada (20), mas precisava atender a um prazo regimental, então o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) suspendeu a cerimônia, a pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), determinando que a Câmara convocasse para esta segunda uma sessão extraordinária para realizar a posse.
 
Com a instabilidade administrativa no poder executivo local, já que há mais de um ano a cidade não tem prefeito definido, o MPPE pediu também, na semana passada, que as contas da Prefeitura fossem bloqueadas até a posse do pedetista, o que significa uma movimentação monitorada pelo poder judiciário, e não um impedimento ao acesso dos recursos.
 
Como a Câmara não acatou a decisão judicial que determinou a convocação de sessão extraordinária para esta segunda, o MPPE, sob o argumento de descumprimento, requereu ao juízo da 2ª Vara da Comarca de Água Preta, que providenciasse a posse judicial.
 
Com medo de não receberem salário, prestadores de serviço fizeram um protesto nesta segunda (25). Entretanto, como Armando foi empossado, com o aval da Justiça, o cofre municipal será reaberto nesta terça (26).
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.