4 de agosto de 2014 às 16:49h

Em Caruaru, Armando critica condição das estradas de Pernambuco

_DSC6557
 
Em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (4) a uma rádio de Caruaru, no Agreste, o candidato ao governo Armando Monteiro (PTB) voltou a defender que o processo de interiorização do desenvolvimento precisa ser compreendido como uma “prioridade para Pernambuco ir mais longe”.
 
Armando apresentou as linhas de ação de um futuro governo em áreas como educação, infraestrutura, estradas, segurança e saúde no interior, respondeu a perguntas dos ouvintes e também falou sobre investimentos em abastecimento de água.
 
Um dos pontos abordados por Armando foi a situação precária das estradas, em especial as que cortam o Agreste, como as BRs 232, 104 e 423, além da PE-95. “Nós precisamos resolver a pendência judicial da BR-232 para poder levar a duplicação até Arcoverde. Já a BR-104 precisa ser concluída. E a duplicação da BR-423 é mais que necessária”, destacou o candidato, enfatizando que a malha viária estadual carece de recuperação. “Trinta e três por cento das estradas de Pernambuco são ruins ou péssimas. Temos uma das piores malhas viárias do Nordeste.”
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.