16 de junho de 2014 às 08:27h

Em nova pesquisa, Dilma e Eduardo continuam caindo. Aécio sobe

aecio-neves-george-gianni-psdb-3-300x199
 
Pesquisa realizada pelo instituo Sensus e divulgada pela revista Isto É neste sábado mostra nova variação para baixo nas intenções de voto da presidente Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à reeleição.
 
Nas respostas estimuladas com todos os 11 candidatos, a petista registrou 32,2% das intenções de voto, ante 34% em abril, uma queda de 1,8 ponto percentual. Já o principal adversário, o pré-candidato do PSDB, Aécio Neves – que deve ser oficializado neste sábado na convenção partido – tem 21,5%, tendo subido 1,6 ponto percentual em relação ao levantamento anterior. A margem de erro da pesquisa é de 1,4 ponto percentual.
 
Eduardo Campos, pré-candidato do PSB, aparece com 7,5% das intenções de voto, tendo oscilado para baixo menos de um ponto percentual, ou seja, dentro da margem de erro da pesquisa.
 
O grupo dos que não responderam, disseram que não votarão em nenhum dos nomes, vão votar em branco ou vão anular caiu para 28,8% ante 33,9% da pesquisa anterior.
 
Segundo turno
 
Em eventual segundo turno, Dilma venceria Aécio por 37,8% a 32,7%, uma margem mais apertada do que os 38,6% a 31,9% de abril, mas dentro da margem de erro do levantamento.
 
Se fosse contra Campos, a vitória da petista seria de 37,5% contra 26,9%.
 
O Sensus ouviu 5 mil pessoas em 191 municípios, entre 26 de maio e 4 de junho.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.