14 de abril de 2014 às 09:20h

Em situação de empate técnico, Eduardo Campos tem 38% e Dilma 35% na primeira pesquisa da Nassau

presidente-grafico
 
Do Blog de Jamildo
 
A primeira rodada de pesquisas de intenção de voto para presidente em Pernambuco mostra uma situação de equilíbrio na disputa.
 
O Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau aponta que Eduardo Campos tem 38% das intenções de voto. Dilma aparece logo depois, com 35%. A situação é de empate técnico entre os dois.
 
O mineiro Aécio Neves tem apenas 3%, apesar de já ter anunciado desde o ano passado a pré-candidatura nestas eleições. Outros, 1%. Brancos, nulos ou nenhum destes soma 16% das intenções, enquanto outros 8% não souberam ou não responderam.
 
Briga por regiões
 
A situação de equilíbrio reflete-se nas seis regiões do Estado pesquisadas pelo instituto. Eduardo Campos vence em três e Dilma vence em outras três. A vantagem da petista ocorre nos rincões, possivelmente em função da política assistencialista do governo Federal.
 
O socialista vence no Recife (39% a 36%), Região Metropolitana (46% a 23%) e Agreste (45% a 33%).
 
A petista bate Eduardo na Zona da Mata (38% a 32%), no Sertão (53% a 19%) e São Francisco (47% a 22%)
 
Pesquisa espontânea
 
Na espontânea, a pesquisa também registra empate técnico. Eduardo tem 28%, Dilma tem 27% e Aécio 2%, derrotado até por Lula (5%), que até aqui não é candidato. Outros, 6%. Brancos, nulos ou nenhum destes somam 12%, enquanto 20% não sabe ou não respondeu.
 
Aécio luta contra o desconhecimento. De acordo com os dados da pesquisa, 40% dos entrevistados pernambucanos nunca ouviu falar do mineiro. Só 1% nunca ouviu falar de Dilma, enquanto 4% nunca ouviu falar no socialista, depois de oito anos de governo.
 
Em 2010, quando foi apoiada por Eduardo Campos, Dilma alcançou 61% dos votos pernambucanos no primeiro turno – vantagem que, com a dupla em lados opostos, fica claramente ameaçada neste ano.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.