16 de junho de 2015 às 10:29h

Estado terá R$ 20 milhões para ações emergenciais hídricas

(Foto: Roberto Pereira)

(Foto: Roberto Pereira)


 
Em reunião realizada com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, no Palácio do Campo das Princesas, o governador Paulo Câmara assegurou o repasse de R$ 20 milhões para ações emergenciais nas áreas urbanas das cidades pernambucanos.
 
Além da verba, o governo busca uma parceria para reforçar a sustentabilidade hídrica e minimizar os efeitos da seca no Estado. O governo anunciou que o montante liberado será utilizado para a implantação de adutoras emergenciais de montagem rápida e para serviços de abastecimento de água. Entretanto, o Estado deve apresentar, até a próxima sexta-feira (19), um novo plano de trabalho ao Governo Federal, que deverá liberar o recurso após a aprovação do documento.
 
O governador aproveitou a visita do ministro para solicitar “sensibilidade” em relação à liberação dos investimentos. “Temos muitas obras em andamento que são fundamentais para a questão hídrica do nosso Estado. Então, com a aceleração dos desembolsos, as obras poderão andar com maior celeridade; tanto a Adutora do Agreste quanto a do Pajeú, bem como a Adutora Oeste e a própria obra de transposição. Também mostramos para ele a possibilidade de utilizarmos águas da Mata Sul para levar para o Agreste diante da crise atual, com poucos investimentos”, detalhou Paulo.
 
O ministro Gilberto Occhi garantiu que dará atenção às demandas de Pernambuco. “Vamos continuar a tocar as obras importantes para o Governo do Estado. As demandas serão analisadas e viabilizadas sempre que possível pelo Ministério da Integração Nacional”, afirmou.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.