20 de novembro de 2014 às 16:16h

Ex-jogador Oscar Schmidt é vaiado e xinga plateia em palestra em Caruaru

ece1832a450e2c378d147575ef405ab0
 
Do NE10 Interior
Núcleo SJCC/Caruaru
 
O ex-jogador de basquete da Seleção Brasileira Oscar Schmidt, de 56 anos, foi vaiado durante palestra realizada no último domingo (16) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Mais de dois mil alunos de uma faculdade particular do Interior pernambucano estiveram presentes no evento realizado em um shopping center da cidade. A palestra repercutiu negativamente nas redes sociais. O jogador foi alvo de críticas.
 
De acordo com Marcos Ferreira, aluno de educação física, que esteve na palestra, o ex-jogador foi “grosseiro com o público” e não estaria preparado para realizar palestras. “Nós tivemos que passar por momentos constrangedores. Ele começou a falar vários palavrões desnecessários, foi mal educado com as pessoas. As pessoas que foram para admirar e ouvir a história dele começaram a vaiar. Ninguém estava acreditando naquilo. Mais de 500 pessoas abandonaram a palestra antes da metade”.
 
Ainda segundo Marcos, Oscar começou a ficar irritado por causa de uma falha no sistema de som do evento. “O microfone sem fio dele estava dando interferência e ficava fazendo um barulho. Ofereceram outro microfone para ele, mas ele disse que não usava aquele tipo porque era microfone de amador. Enfim, eu fui ver um exemplo, esperando levar ensinamentos para minha vida profissional, e saí com uma sensação terrível. Ele disse que sairia com uma má impressão de Caruaru, mas ele que destruiu tudo que nós pensávamos sobre o atleta”.
 
A estudante de Letras Cybeli Oliveira também reclamou da condução da palestra. Ela fez um texto e publicou em uma rede social. Segundo ela, “a palestra foi uma total baixaria, chamou vários palavrões, insultou e humilhou a plateia em todos os momentos, reclamava o tempo todo com as pessoas que estavam tirando fotos dele dizendo que estava ali para contar a história dele e não para ser fotografado, pois quem quisesse tirar foto dele poderia ir embora. […] Enfim, só presenciei apenas 15 min de palestra, pois eu e mais centenas de pessoas nos retiramos dali, pois esses poucos minutos foram o suficiente para transformar aquele momento de satisfação e de aprendizado em ódio. Pois em minutos aquele tão desejado palestrante nos mostrou pessoalmente o seu lado mal educado,torpe, grosso, sem escrúpulos”.
 
A faculdade emitiu nota pedindo desculpas aos alunos que pagaram para assistir à palestra e lamentando o comportamento do ex-jogador. O departamento de marketing da unidade de ensino informou que a escolha de Oscar para ministrar a palestra foi baseada em outras ações feitas por ele em outras instituições de ensino e que “jamais se esperaria o tipo de comportamento adotado por ele diante do público”. A equipe do NE10 Interior ligou diversas vezes para a assessoria de imprensa do ex-jogador, mas as ligações não foram atendidas.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.