19 de fevereiro de 2014 às 20:05h

Executiva Nacional do PT exige saída imediata de filiados do governo Campos

psb-e-pt-em-rompimento-e1323614046961
 
A Comissão Executiva Nacional do PT divulgou em seu site, na manhã desta quarta-feira (19), resolução que determina a saída imediata dos petistas que ainda ocupam cargos no governo de Eduardo Campos (PSB), em Pernambuco.
 
A medida vale para todos os cargos do PSB no Estado. A resolução ratificou a decisão do Diretório Estadual, que exigiu a saída dos integrantes petistas ainda em outubro de 2013 – um mês depois que o PSB anunciou sua saída dos cargos do governo federal.
 
Segundo a resolução, “quem não cumprir a determinação ficará sujeito a processo disciplinar conforme o Estatuto do PT.”
 
No último dia três, o diretório estadual decidiu enviar comunicados oficiais a todos os filiados para que deixassem o governo.
 
Entre os filiados ao PT que ainda estão no governo estadual um é secretário: o executivo da Agricultura, ocupada pelo presidente do PT no Recife, Oscar Barreto.
 
O secretário de Transportes, Isaltino Nascimento, que era petista, deixou o partido no final do ano passado para se filiar ao PSB.
 
Na Assembleia Legislativa, o partido tinha seis deputados estaduais, mas perdeu dois para a bancada socialista.
 
Em Pernambuco, o PT ainda não firmou posição sobre uma possível candidatura ao governo, mas a hipótese mais cogitada hoje é que o partido apoie a candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB).
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.