4 de dezembro de 2013 às 07:39h

Futuro de Pernambuco depende dos investimentos federais, diz Armando

unnamed
 
O futuro de Pernambuco depende do aprofundamento e da ampliação das parcerias entre o Estado e o governo federal. Na opinião do senador Armando Monteiro, só será possível manter o crescimento da economia estadual nos próximos anos se houver a chegada de mais investimentos federais.
 
“Temos uma agenda desafiadora pela frente. E por isso Pernambuco não pode ficar enredado em divisões circunstanciais. O que Pernambuco precisa é de mais governo federal, de mais governo estadual, de maior e mais efetiva integração com os municípios, para que possamos avançar concretamente”, defende.
 
Armando Monteiro avalia que Pernambuco tem um conjunto de obras importantes para concluir ou começar a implantar. E essas obras, fundamentais para garantir mais crescimento econômico, dependem em grande medida dos investimentos federais. Além da Fiat, da Refinaria Abreu e Lima, do complexo petroquímico, dos estaleiros que compõem o polo naval, da Hemobras, o senador cita um conjunto de empreendimentos bancados sobretudo com recursos de Brasília.
 
Na área de infraestrutura hídrica, lembra de exemplos como os R$ 500 milhões destinados ao Ramal de Entremontes; a duplicação da Adutora do Oeste; o Canal do Sertão; e o início da Adutora do Agreste. Além disso, cita a expectativa em relação à licitação da duplicação da BR 423 e as obras nas BRs 101, 104 e 408.
 
Na área metropolitana, Armando Monteiro fala ainda sobre os investimentos que estão sendo feitos no Rio Capibaribe, visando o transporte público de mais de 300 mil pessoas por mês, e a necessidade de R$ 2 bilhões para a construção do Arco Metropolitano – rodovia de 77 quilômetros que vai conectar o polo automotivo da Fiat, no Litoral Norte, ao Porto de Suape, no Litoral Sul.
 
“Temos que reconhecer que Pernambuco mudou de patamar nos últimos anos. Mas isso foi fruto do trabalho de todos, do governo federal e do governo do Estado, que valorizou essa parceria com o governo federal, com uma ação competente e proativa do governador Eduardo Campos”, ressalta Armando.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.