6 de agosto de 2014 às 09:08h

Gasolina deve aumentar de novo ainda este ano

8240b1b945df411e48a08dc4507dd941
 
Da Reuters
 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira (5) que em todos os anos houve correção nos preços da gasolina e que o comportamento do governo é continuar com reajustes normais, mas negou que haverá “tarifaço” após as eleições de outubro.
 
“Todos os anos tem correção do preço da gasolina. Uns mais, outros menos, todos os anos têm correção. Não houve nenhum ano em que que não teve aumento da gasolina. Essa é a regra”, afirmou o ministro em entrevista à agência de notícias Reuters.
 
“Quando ocorrerá o aumento, essa é decisão que mexe com o mercado, com ações, não se comenta. É questão das empresas responsáveis”, afirmou o ministro, que também é presidente do Conselho de Administração da Petrobras.
 
Mantega deu a declaração ao ser questionado se, com a desaceleração da inflação mais para o fim deste semestre, haveria espaço para ajustes nos preços administrados. “Nosso comportamento é continuar com reajustes normais (da gasolina), sem tarifaço”, afirmou o ministro.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.