3 de setembro de 2015 às 11:31h

Gilberto Occhi assina em Caruaru contrato do Ramal do Agreste

 
O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, assinará em Caruaru o contrato da construção do Ramal do Agreste que está avaliado em R$ 1 bilhão. Ainda não há data prevista para a assinatura porque o processo de licitação ainda está em andamento no Ministério.
 
Com 70 quilômetros de extensão entre Sertânia e Ipojuca, o Ramal do Agreste é essencial para o pleno funcionamento da Adutora do Agreste, ao trazer para a Adutora a água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco. A diversidade da obra, que abrange túneis, aquedutos, adutoras, três conjuntos elevatórios e duas barragens, explica seu alto custo e o prazo de execução, previsto para dois anos e meio, informa o Ministério da Integração Nacional.
 
“A assinatura do contrato é um marco na Transposição em Pernambuco, pois sinaliza para sua conclusão, apesar dos atrasos, indesejáveis, mas justificáveis pelo seu porte e pelo volume de recursos envolvidos. Como quase 70 municípios do agreste serão beneficiados pelas duas obras, nada mais apropriado e simbólico que este importante passo da Transposição seja dado em Caruaru”, salientou o senador Douglas Cintra (PTB-PE).
 
Segundo o Ministério da Integração Nacional, mais de 77% de todo o projeto está executado. A Transposição do Rio São Francisco, em construção desde 2007, a um custo atual da ordem de R$ 8,5 bilhões, estava prevista inicialmente para estar pronta em 2012. Deverá ser concluída no início de 2017, beneficiando com acesso fácil à água 12 milhões de nordestinos de 390 municípios em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.