1 de junho de 2015 às 15:55h

Governo do Estado segue tentando reverter greve dos professores

A manhã desta segunda-feira (1º), foi de cenários diferentes para alunos da rede estadual de ensino de Pernambuco. Algumas escolas voltaram a ter paralisação total, enquanto outras funcionavam com um quadro maior de professores. O rumo da greve, que foi retomada na sexta (29), será discutido em nova assembleia na terça-feira (2).
 
De acordo com a Secretaria de Educação do Estado, professores de 17 escolas seguiram a recomendação do Sindicato dos Trabalhadores de Educação em Pernambuco (Sintepe) de cruzar os braços e as unidades estão fechadas. Outros 174 estabelecimentos estão funcionando parcialmente. Em nota, a secretaria afirma que “83% (875 escolas) não aderiu à greve dos profissionais da Educação e 2% (17 escolas) aderiram totalmente. A adesão parcial foi de 15% (174 escolas). Em função disso, a Secretaria de Educação solicita aos pais que encaminhem seus filhos às escolas nesta terça-feira (02) para assistirem às aulas normalmente”, diz a nota.
 
As medidas anunciadas pelo governo devem ser discutidas pelos professores na terça-feira (2), quando o Sintepe realiza uma nova assembleia para avaliar os rumos do movimento. O encontro está marcado para as 14h, mas, segundo o Sintepe, ainda não tem um local definido. Os professores que têm contratos temporários ainda correm o risco de ter o contrato rescindido.
 
O Sintepe está visitando as escolas e devem divulgar um balanço ainda hoje.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.