11 de setembro de 2013 às 09:00h

Jornalista que postou comentário sobre médicas cubanas e domésticas é processada

Postagem preconceituosa  de jornalista causou polêmica

Postagem preconceituosa de jornalista causou polêmica


 
Do NE10/Rio Grande do Norte
 
A polêmica gerada por um comentário da jornalista do Rio Grande do Norte Micheline Borges contra a aparência das médicas cubanas trazidas ao Brasil para atuar pelo Programa Mais Médicos saiu das redes sociais e entrou para a esfera judicial. A potiguar está sendo processada pelo Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos da Grande São Paulo (Sindomésticas-SP), que pede indenização de R$ 27 mil por danos morais e retratação pública.
 
Micheline Borges postou em sua página no Facebook, no dia 27 de agosto, um comentário comparando as médicas cubanas a empregadas domésticas. A jornalista deletou o texto após a repercussão negativa, que gerou mais de cinco mil compartilhamentos, e logo em seguida excluiu a conta da rede social.
 
“Me perdoem se for preconceito, mas essas médicas cubanas tem uma cara de empregada doméstica. Será que São médicas Mesmo? Afe que terrível. Médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência…Coitada da nossa população. Será que eles entendem de dengue? Febre amarela? Deus proteja o nosso povo! (sic)”, dizia a mensagem.
 
A ação foi protocolada pelo sindicato no dia 6 de setembro, na 1ª Vara do Juizado Especial Cível de São Paulo. De acordo com o Sindomésticas-SP, “Micheline Borges menospreza a potencialidade das médicas cubanas e trata com desprezo e discriminação as nossas empregadas domésticas”. E acrescentou que a ação contra a jornalista é “em nome de todas as empregadas domésticas do Brasil”.
 
A categoria se sentiu ofendida com os termos usados por Micheline, que não quis se pronunciar sobre o processo. Em entrevista a um portal de notícias do Estado logo após o ocorrido em agosto, ela pediu desculpas e disse que foi mal interpretada. O Sindicato dos Empregados Domésticos do RN também deverá entrar na justiça contra Micheline; o caso será discutido em reunião na próxima semana.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.