4 de fevereiro de 2014 às 08:19h

Lançamento da Campanha da Fraternidade acontece hoje (4) em Caruaru

campanhadafraternidade2014_p_pk
 
Este ano, a temática abordará a questão do trafico humano. Segundo os dados da ONU, de 800 mil a 2,4 milhões de pessoas são vítimas do trafico de seres humanos. Existem três tipos de tráfico: laboral (situações de escravidão de trabalho), sexual e de órgãos.
O maior deles é o laboral e representa 78% dos casos. Como causas estão os altos interesses econômicos e a vulnerabilidade dos pobres que são vítimas.
 
Os maiores fatores que estimulam o tráfico são a miséria, a impunidade e a ganância. O objetivo geral da Campanha da Fraternidade de 2014 é “identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”.
 
A Campanha da Fraternidade é uma iniciativa da Igreja Católica no Brasil desde 1962, mas em nível nacional em 1964, e sempre no período da quaresma leva os cristãos, alem de viverem os apelos próprios desse tempo (conversão e penitencia em preparação para a páscoa), a conscientizar-se sobre os desafios da sociedade brasileira. Ela começa na quarta-feira de cinzas e vai até o domingo de ramos.
 
O lançamento da Campanha acontece nesta terça-feira (4), às 11h, no Colégio Diocesano de Caruaru.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.