14 de julho de 2014 às 08:15h

Mais de 160 pessoas já foram atendidas no Hospital Mestre Vitalino em um mês de funcionamento

Oficial Hospital Mestre Vitalino
 
O Hospital Mestre Vitalino, localizado às margens da BR 104, em Caruaru, completa um mês de funcionamento nesta próxima terça-feira (15). Até a última sexta (11), já deram entrada pela emergência/urgência 168 pacientes, sendo 69 internações na Enfermaria Adulto masculina e feminina; 39 internações na UTI Adulto e 60 altas hospitalares.
 
No momento, o hospital está operando com 30% da sua capacidade. Estão disponíveis 20 leitos de UTI adulto; 31 leitos de Enfermaria, sendo um de isolamento; 16 leitos de observação; dois leitos na sala vermelha e quatro na Estabilização.
 
Para o Diretor Médico, Dr. Paulo de Tarso, o Hospital Mestre Vitalino está estruturado com perfil de atendimento de média e alta complexidade, funcionando 24hs os setores de urgência e emergência, enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva Adulto. “Nós atendemos a pacientes graves ou que necessitam de um monitoramento maior. A UTI, por exemplo, recebe pacientes que precisam ter seus sinais vitais monitorados de forma especial e ininterrupta. Não precisam, necessariamente, correr risco de morte, mas apresentar condições de gravidade.”,explica.
 
De acordo com o Diretor Geral, Moisés Wanderley, para ter acesso aos serviços do Vitalino, a população deve se conduzir, inicialmente, às Unidades Básicas de Saúde, UPAs 24hs ou hospitais que atendam a demanda espontânea e essas encaminharão o paciente por meio da Central de Regulação do Estado. “O paciente chega ao Mestre Vitalino regulado, ou seja, encaminhado de outra unidade. Esclarecemos que o perfil desse hospital não é o de demanda espontânea”, pontua.
 
Nos próximos meses, novos serviços estarão disponíveis para a população do Agreste. Serão abertos leitos na Emergência, enfermaria e UTI Pediátrica, além de atendimento em ambulatório de clínica médica adulto e pediátrica.
 
A unidade possui uma área de 47 mil metros quadrados e o investimento para construção da obra foi de 102 milhões de reais, com verbas do governo federal, por meio do SUS e do governo do Estado, através da Secretaria de Saúde. A Fundação Altino Ventura é a responsável pela administração do hospital. Ela foi selecionada por meio de edital e é uma Fundação de renome no Brasil e no exterior, com mais de 25 anos de existência e serviços prestados à população na área da saúde, credenciada ao SUS desde 1992.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.