7 de abril de 2014 às 09:06h

Mais de 10 ônibus destruídos durante incêndio em Caruaru

Foto: Eliaquim Oliveira

Foto: Eliaquim Oliveira


 
Um incêndio no início da madrugada desta segunda-feira (7) destruiu, 12 ônibus e dois caminhões na garagem da empresa de transporte coletivo Bahia em Caruaru, no Agreste do Estado. No incidente, não houve feridos.
 
Segundo o CB, quase 60 mil litros de água foram necessários para conter as chamas do incêndio que só foi controlado por volta das 3h30. Mais de 20 bombeiros militares trabalharam no combate ao fogo. Equipes das Seções de Bombeiros de Bezerros e Gravatá também foram acionadas para auxiliar na ação.
 
Em nota enviada à imprensa, a Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru (AETPC) informou que seis linhas que são da empresa Bahia sofrerão alteração nesta segunda-feira devido o incidente. Ainda no texto, a entidade lamentou o ocorrido e esclareceu que 12 coletivos foram atingidos pelo fogo.
 
A origem do fogo será investigada pelo Instituto de Criminalística (IC), que deverá confeccionar um laudo nos próximos dias apontando as causas do incêndio.
 
Leia abaixo a nota da AETPC na íntegra:
 
A Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru lamenta o incêndio ocorrido na garagem da empresa Bahia na madrugada de hoje. Foram incendiados 12 ônibus e dois caminhões, mas nenhuma pessoa saiu ferida. Para manter o serviço de transporte coletivo funcionando e não prejudicar o usuário do sistema, as outras empresas de Caruaru, irão colocar ônibus a serviço da empresa Bahia.
Lista das linhas que terão veículos substituídos:
 
Empresa Coletivos – Boa Vista I (dois ônibus cedidos para esta linha)
Empresa Coletivos – Boa Vista II
Empresa Coletivos – Jardim Panorama
Empresa Tabosa – Maria Auxiliadora (dois ônibus cedidos para esta linha)
Empresa Tabosa – Boa Vista II
Empresa Cidos Bus – Lajedo do Cedro
Empresa Cidos Bus – Terra Vermelha
Todos os ônibus estarão a serviço da empresa Bahia.
 
AETPC Imprensa
 
Com informações de Izaias Néu, da TV Jornal Caruaru
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.