31 de março de 2014 às 08:17h

Medo do “volta Lula” pode atrapalhar campanha de Armando. Ex-presidente pode não vir a PE em abril

Lula_e_Armando_Monteiro_-_Arquivo-624x417
 
Grupo do PT ligado à presidente Dilma Rousseff (PT) estaria defendendo a tese de que o ex-presidente Lula não deveria mais começar em abril a agenda de viagens políticas que ele pretende fazer pelo País para turbinar palanques aliados do PT.
As informações são da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.
 
Em Pernambuco, a visita de Lula em abril é muito esperada pelo PT e pelo senador Armando Monteiro (PTB), que veem no ex-presidente a possibilidade de turbinar o palanque estadual que enfrentará o PSB do governador Eduardo Campos (PSB). O anúncio da vinda de Lula chegou a ser feito pelo senador petebista antes mesmo de oficializada a aliança com o PT.
 
Nos bastidores, existe a possibilidade de que a visita de Lula coincida com o lançamento da candidatura de Armando, também anunciada para abril. Além da visita de Lula, a própria presidente Dilma pode vir ao Estado em abril, mas para uma agenda administrativa. Dilma e Lula devem voltar a Pernambuco mais uma vez durante a campanha.
 
De acordo com a coluna Painel, o adiamento se daria porque o Planalto teme que a superexposição de Lula no momento em que a presidente está fragilizada por causa da CPI da Petrobras poderia fortalecer a tese de que ela abriria mão da candidatura em função dele.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.