27 de novembro de 2014 às 08:57h

Mendonça Filho chama Renan Calheiros de “vergonha do Congresso” em discussão. Veja vídeo


 
Do Blog do Augusto Nunes
 
Na sessão conjunta desta quarta-feira, o deputado federal Mendonça Filho e o senador Renan Calheiros fizeram bonito no torneio de bate-bocas inspirados nas mudanças propostas pelo governo que desfiguram a Lei de Diretrizes Orçamentárias e revogam parcialmente a Lei de Responsabilidade Fiscal. Entre tantos duelos verbais, poucos desceram ao nível alcançado pelos representantes de Alagoas e Pernambuco.
 
A performance do presidente do Senado (e supercartola do PMDB) atesta que o especialista em safadezas regimentais continua em boa forma. Poucos pais-da-pátria conseguem fingir que não estão ouvindo o que ouvem com a pose de presidente do Lions exibida por Renan. E o desempenho do líder da bancada do DEM na Câmara confirma que a oposição acordou do sono que durou 12 anos.
 
O ânimo beligerante de Mendonça Filho deixou claro que, no segundo mandato de Dilma Rousseff, não será fácil a vida dos integrantes do PT e da base alugada. Quando Renan desligou o microfone da tribuna, por exemplo, Mendonça Filho marchou sobre o centro da Mesa e dividiu com o oponente o serviço de som privativo da presidência. Estimulado pelo berreiro solidário de parceiros oposicionistas, prosseguiu o combate a centímetros dos ouvidos de Renan.
 
Não perca o mais inflamado confronto do dia Nem deixe de conferir a aflição da jovem no canto do vídeo que tenta traduzir com o gestual de Libras a troca de expressões abaixo da linha da cintura. É uma chance rara de aprender como se diz, sem usar a voz, que Renan Calheiros é “a vergonha do Congresso”. Mas não a única, poderia ter ressalvado Mendonça Filho em homenagem à verdade. É só a maior.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.