17 de novembro de 2015 às 09:03h

Mesa-redonda marca encerramento do XIV Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão da Fafica

???????????????????????????????
 
Durante uma semana a Fafica promoveu uma série de mostras, minicursos, grupos de trabalhos, exposições e apresentações culturais e na última sexta-feira (13), último dia do evento, o auditório lotou para a mesa-redonda com o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Paulo Rubem Santiago, e com o senador pelo PTB/PE, Douglas Cintra. O tema foi “Política, Ética e Desenvolvimento Social no Brasil”.
 
Em seu discurso, Douglas Cintra citou seu trabalho como relator da Comissão de Educação, Cultura e Esporte no Senado e sobre a votação do Plano
Plurianual 2016-2019 da qual participou. Ele informou que foi definida a incorporação da proposta de universalização da Educação Infantil na
pré-escola para crianças de 4 a 5 anos no Plano, de acordo com uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE).
 
Em seguida, Paulo Rubem Santiago falou sobre os males que a corrupção e a sonegação fiscal provocam ao desenvolvimento do Brasil. “São crimes que andam de mãos dadas, mas não são eternos, não devem prosperar, não podem se impor à maioria da vontade da sociedade que é de sociedade justa, desenvolvida, com igualdade de oportunidades”, ressaltou. Sobre o contexto atual do país, o presidente da Fundação Joaquim Nabuco foi enfático: “A corrupção não é um desvio moral da conduta do indivíduo, é a expressão do crime organizado, da formação de quadrilha para a privatização do patrimônio público. É preciso haver uma clareza quanto ao diagnóstico dessa crise. Se o diagnóstico é falho, as soluções também falharão”.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.