3 de junho de 2014 às 08:00h

Morre idosa atingida por tiro em tentativa de assalto no Shopping Guararapes

1b2169b8e1b92d995c637feb38d713c3
 
A idosa Joana Pacheco, 90 anos, morreu atingida por tiro durante assalto a um carro-forte no Shopping Guararapes, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, nesta segunda-feira. A mulher estava internada no Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, onde passou por cirurgia no abdome. Segundo a unidade de saúde, a mulher estava entubada e faleceu por volta das 19h.
 
De acordo com a polícia, oito assaltantes, que estavam em dois carros, abordaram seguranças da empresa de carro-forte Preserve, que tinham acabado de pegar malotes com dinheiro do Banco do Brasil. Houve troca de tiros dentro do estabelecimento. Quatro dos feridos foram levados para a UPA da Imbiribeira. Um deles acabou transferido para o Hospital Otávio de Freitas, no Sancho, Zona Oeste do Recife. Os outros três feridos foram transferidos para o Hospital da Restauração. Uma sexta vítima deu entrada no Hospital Dom Helder.
 
A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou no fim da tarde o estado de saúde dos demais feridos. Outras três vítimas foram levadas para o HR. José Fernando da Silva, 47, sofreu ferimento no lado esquerdo do rosto. Passou por avaliação e procedimento de sutura e recebeu alta no fim da tarde.
 
Natanan Vieira Barros, 27 anos, foi baleado na região lombar, passou por cirurgia e está estável. José Amaro da Silva, 54, ficou ferido no braço, na perna e no abdômen. Ele Passou por procedimento cirúrgico e está na sala de recuperação, com quadro estável.
 
No Hospital Otávio de Freitas, está internado na sala de recuperação Dayvson Carlos Feitosa, 29, que sofreu fratura de fêmur. Ele passou por cirurgia para colocar um fixador na perna e encontra-se estável. Para o Hospital Dom Helder, foi levada Maria de Lourdes da Silva, 55, com ferimento leve no antebraço direito. Depois de fazer curativo, passou por exame de raio-x e recebeu alta.
 
Edilene Maria da Silva, 26, passou mal durante o tumulto e foi medicada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, sendo liberada em seguida.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.