17 de agosto de 2014 às 10:29h

Morre o homem, fica a fama, fala aposentado de Cumaru sobre Eduardo

1a341b707d8b069ebdbc11634238e780
 
Do NE10
 
Não param de chegar homenagens das mais variadas ao ex-governador Eduardo Campos no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo Pernambuco, no Centro do Recife. Na manhã deste domingo (17), as demonstrações de carinho e afeto vão desde cartazes de cartolina escritos com piloto a banners em tamanho real.
 
O aposentado Teófilo de Melo, de 68 anos, é de Cumaru, no Agreste pernambucano e trabalhou a serviço do governo de Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos e governador do Estado por três mandatos 1962, 1986 e 1994. “Inesquecível, um homem batalhador, que fez Pernambuco crescer e se desenvolver. Morre o homem, fica a fama”, disse o ex-motorista de Jorge Gomes, vice de Arraes no último mandato.
 
cleiton-braz-620
 
Cleiton Braz, 42 anos, é do Recife e mora há 35 anos em Jaboatão. Trouxe cartaz e disse que admirava Eduardo Campos pela simplicidade e humildade com todos. Chegou às 4h15 no Palácio e vai ficar até o sepultamento. “Na inauguração do viaduto em Prazeres [Jaboatão], Eduardo tirou foto com todos que pediram”, lembrou.
 
CERIMÔNIA – Uma missa campal celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, está prevista para o fim desta manhã na Praça da República, a pedido da família Campos, para que todos possam participar. Inicialmente a missa de corpo presente estava marcada para as 10h, mas deve se atrasar devido à presença de Dilma que só chegará ao Recife após esse horário.
 
Três telões estão espalhados pela Praça da República para que todos presentes no momento da celebração possam acompanhá-la.
 
O cerimonial fúnebre estima que 30 mil pessoas deverão participar da celebração religiosa. Ao todo, a previsão é que mais de 100 mil circulem pelos arredores do Palácio.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.