9 de setembro de 2015 às 09:06h

MP reúne donos de lavanderias para acompanhar cumprimento de TAC

 
Na manhã dessa terça-feira (08) a Prefeitura de Caruaru participou da reunião realizada pelo Ministério Público que teve o objetivo de monitorar o cumprimento dos Termos de Ajustamento de Conduta ( TAC’s) que normatizam os precedimentos das lavanderias de Caruaru se adequando às leis ambientais e estruturais necessárias para o setor. Participaram do encontro: representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, URB, Vigilância Sanitária e da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH.
 
Os participantes discutiram sobre a situação das lavanderias que receberam fiscalização por parte do Ministério Público (MP) que vem sendo realizado para diagnosticar a situação das empresas. Alguns estabelecimentos não estavam cumprindo o acordo firmado entre as partes e tiveram suas atividades encerradas. De acordo com levantamento realizado pelo MP, das 77 lavanderias que assinaram o TAC’s, 30 fecharam, 24 vão para o Distrito Têxtil de Caruaru, 17 permanecerão onde estão e 6 mudarão para outro local.
 
“A equipe de fiscalização fez esse monitoramento e detectou que muitas empresas ainda estão irregulares, uma vez que há muitos fatores impactantes na lavagem do jeans, seja com relação aos efluentes que são lançados na lavagem ou na poluição atmosférica, como no uso excessivo da água. O processo agora é de acompanhamento dessas fiscalizações, no final teremos uma regularização de todos os empreendimentos”, declarou a Promotora de Justiça, Gilka Miranda.
 
No dia 22 de setembro, às 10h, será realizada uma nova reunião de monitoramento, desta vez será com os proprietários das lavanderias que vão permanecer onde estão e as que vão para outro local.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.