7 de março de 2014 às 07:20h

MPPE pede que PF assuma investigações sobre morte do promotor Thiago Faria

promotor_thiago_faria_soares
 
A Polícia Federal (PF) pode assumir as investigações sobre a morte do promotor Thiago Faria Soares, 36 anos, assassinado em 14 de outubro do ano passado, no município de Itaíba, no Agreste de Pernambuco. O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) enviou um pedido de federalização ao Ministério da Justiça para que o caso passe a ser investigado por um delegado da PF.
 
Nos bastidores do MPPE, comanta-se que nada está sendo feito e, por isso, a necessidade da federalização das investigações do caso. Dias depois do assassinato, o agricultor Edmacir Ubirajara chegou a ser preso após ser apontado pela noiva da vítima, Mysheva Martins, mas foi liberado por falta de provas dois meses depois. O fazendeiro José Maria Rosendo, apontado como mandante do crime, permanece foragido. Ele nega às acusações e acusa Mysheva pelo assassinato.
 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.