25 de julho de 2016 às 09:22h

MPPE recomenda suspensão de concurso público de São José da Coroa Grande

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que o concurso público de ão José da Coroa Grande, no litoral pernambucano, seja suspenso. O motivo é que o Edital nº001/2016 foi aberto durante o período eleitoral.

 

De acordo com o MPPE, a prefeita Elianai Buarque Gomes não deve realizar o certame enquanto não atender às requisições que devem aferir o impacto orçamentário da contratação dos 182 aprovados, além da realização de estudos que comprovem a necessidade de provimento desse número de cargos.

 

Segundo o promotor de Justiça Wesley Odeon Teles dos Santos, o município de São José da Coroa Grande pretende promover um certame público, com o objetivo de preencher 182 cargos públicos efetivos na administração pública. Por isso, o MPPE instaurou um procedimento preparatório requisitando as documentações pertinentes, como o contrato pactuado com a banca organizadora (IDHTEC), incluindo a apresentação das razões para a sua escolha e a licitação para contratação da empresa.

 

A prefeita Elionai Gomes também deve apresentar dados que comprovem a motivação para a abertura do concurso, como o quantitativo de servidores temporários nos cargos, a comprovação de criação de uma comissão de concurso e a previsão orçamentária do município de São José da Coroa Grande.

 

Ainda de acordo com o promotor de Justiça, a realização do concurso público poderia acarretar impacto orçamentário indevido e gerar conflitos desnecessários entre os candidatos à prefeito da cidade, em favor da atual gestão municipal. A repercussão também atingiria a cidade vizinha de Barreiros, onde o marido de Elianai Buarque Gomes está se lançando como pré-candidato a prefeito.

 

 


Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.