25 de março de 2014 às 08:28h

MST vai para cima do governo Eduardo Campos por fechamento de escolas municipais. Educação diz que espera dinheiro federal

Do Blog de Jamildo
 
Representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Comissão Pastoral da Terra (CTP) foram recebidos na manhã desta segunda-feira pelo secretário de Educação e Esportes, Ricardo Dantas na sede da secretaria.
 
Um dos pontos abordados na reunião foi a construção de escolas.
 
O secretário explicou, em nota oficial, que após reunião com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que acontecerá no próximo dia 26 de março, em Brasília, deverão ser pactuados os convênios para a construção das 15 escolas, um dos principais pontos da pauta do movimento.
 
“A expectativa é que nesse encontro haja liberação por parte do FNDE. A ideia é licitar e dar início as obras ainda em 2014”.
 
Com relação ao fechamento das escolas mencionadas pelo MST, a Secretaria de Educação e Esportes do Estado afirma que todas são municipais.
 
“O secretário, porém, vai promover reunião com os municípios apontados pelo movimento do campo que fecharam escolas para avaliar junto com eles a real necessidade do fechamento. Devem participar ainda desse encontro representantes da União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE)”.
 
No mesmo documento, a assessoria de Imprensa da Secretaria de Educação e Esportes aproveita para fazer a defesa estadual. “Por fim, a secretaria reforça que a Educação no Campo é prioridade para o Estado tendo atualmente mais de 12 mil matrículas. Pernambuco é o único estado do Brasil que possui uma matriz específica para a educação no campo, inclusive já tendo sido citado pela Unesco e o MEC como exemplo no Brasil na área”.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.