19 de junho de 2017 às 10:16h

Mutirão emite documentos para população atingida pelas enchentes


Cerca de 1.800 documentos foram emitidos para a população pernambucana que foi atingida pelas enchentes. Entre os documentos estão registros de nascimento (877), comprovantes de CPF (135), carteiras de identidade (800), registros de casamento (60) e certidões de óbito (5). A emissão foi gratuita e ocorreu nos municípios da Mata Sul e Agreste do Estado.
  
“Essa ação é essencial para as pessoas que precisam dar entrada na aquisição de uma nova moradia, seja por financiamento, seja por doação ou através do Minha Casa Minha Vida, possam ter condições de apresentar toda a documentação legal. Temos uma nova fase de reconstrução de tudo que foi destruído pelas enchentes e, em paralelo, estamos atuando com a ajuda humanitária e a promoção do resgate e acesso à cidadania, através da oferta gratuita da emissão de documentos básicos”, destacou o secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni.
 
Promovido pela Secretaria de Defesa Social, com apoio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, o mutirão atendeu, até o momento, os municípios de Belém de Maria, São José da Coroa Grande, Palmares, Gameleira, Catende, Barreiros, Água Preta, Cortês, Ribeirão, Jurema e São Benedito do Sul,. Hoje (19) segue para Belém de Maria e Sirinhaém, no dia 20 deste mês. 
 
BALANÇO – O Gabinete de Crise, que cuida da Operação Prontidão, registrou um total de 2.064 pessoas desabrigadas e 33.779 desalojadas. Ao todo, já foram distribuídos 178,4 mil metros quadrados (m²) de lonas; 12.790 kits dormitórios; 12.318 colchões; 203,7 toneladas de alimentos; 250,6 mil litros de água; 10.159 kits de limpeza; 5 mil kits de higiene; e 112,4 toneladas de roupas. 
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.