29 de setembro de 2014 às 08:23h

Na bronca com setores do partido que apoiam Paulo Câmara, PT emite nota de repúdio

PT/PE – NOTA DA COORDENAÇÃO POLÍTICA
 
A coordenação política do PT-PE nas campanhas majoritárias em Pernambuco (Dilma, Armando e João Paulo) torna públicas as seguintes posições :
 
1. De firme repúdio à posição anunciada pela tendência PTLM (PT de Lutas e Massas) de declarar apoio aos adversários do PT, de Dilma e dos nossos candidatos majoritários;
 
2. Essa posição é inaceitável e inadmissível, rompendo com a democracia petista e afrontando decisões legítimas das instâncias do PT-PE que aprovaram a candidatura de Armando Monteiro a governador e de João Paulo a senador, após debates e deliberações com a participação ampla de todos(as) os(as) petistas;
 
3. Essa posição trai a candidatura Dilma ao decidir apoiar os seus principais adversários em Pernambuco e no Brasil;
 
4. Minoritário no partido, esse grupo escolheu fazer o jogo dos nossos adversários e se excluiu do PT com essa atitude apequenada, típica dos que priorizam seus interesses em detrimento do projeto de mudanças que o PT lidera;
 
5. Convocamos a nossa militância a prosseguir nas ruas para consolidar as grandes vitórias de Dilma, de Armando e de João Paulo, aprofundando as mudanças e transformações promovidas pelos governos petistas em nosso Estado e no País.
 
Recife, 28 de setembro de 2014. COORDENAÇÃO POLÍTICA DO PT-PE
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.