19 de dezembro de 2014 às 09:19h

“Não baixo a cabeça para secretariozinho” diz Jajá após receber diretor da Destra

A reunião da Câmara Municipal de Caruaru (PE), além da tentativa de zerar a pauta, teve a participação do diretor de Trânsito e Transportes da Destra, Alex Monteiro, que esteve no local para esclarecer as denúncias feitas pelo vereador Jajá (sem partido).
 
Monteiro informou que estava representando o coronel Jailson Pacheco, gerente da Autarquia, porque quando este foi convidado para a reunião já estava fora da cidade. Sendo o primeiro a questionar, Jajá falou sobre irregularidades como a falsificação de documento com assinatura de Alex Monteiro para diminuir multas e infrações cometidas por motoristas. Afirmou ainda que no município há distribuição abusiva de multas, inclusive com carros em estacionamentos particulares e guardados em garagens. Além da existências de funcionários fantasmas na Destra.
 
Ao receber toda a documentação apresentada por Jajá, Alex Monteiro informou que a Destra abrirá sindicância para apurar os fatos e punir os envolvidos. “Quero que seja protocolada cada lauda dessa para que possamos abrir sindicância. Além dos funcionários há o nome dos proprietários que estão participando, estão compactuando com o crime. Esses documentos com assinatura minha serão analisados. O MPPE já está sabendo do caso e vai investigar.”, disse Alex, convidando os vereadores para participarem da investigação.
 
O diretor foi acusado ainda de tirar um funcionário da Prefeitura do local de um acidente provocado pelo servidor, quando dirigia um carro oficial embriagado, por ordem expressa do prefeito José Queiroz. Alex informou que todo o procedimento do acidente foi documentado e será anexado à investigação. “Essa questão de que retirei o servidor do local do acidente porque o prefeito mandou não existe. O prefeito não deve nem saber disso. Todo o acidente foi documentado e serão inseridos na sindicância”, informou o diretor.
 
Já sobre a enorme quantidade de multas indevidas no município, Monteiro disse que, caso o proprietário do veículo possa provar que não estava no local da multa, que leve a documentação à Destra para que o caso seja analisado, uma vez que há muitos carros com placas clonadas. O diretor informou também que “nenhum agente ganha comissão por multa”.
 
Assim que o diretor saiu da Câmara Municipal, o vereador Jajá foi até a tribuna, onde ironizou: “não baixo a cabeça para secretariozinho, diretorzinho que venha a essa Casa fazer manobra. Ainda vem coisa muito pior por aí”, afirmou.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.