2 de janeiro de 2014 às 11:06h

“Não teria mais condições morais de voltar pra Câmara, nem para Caruaru”, diz Rogério Menezes sobre vereadores presos

Nesta quinta-feira (02), o Além da Notícia (Rádio Jornal), teve a participação do ex-presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru, Rogério Menezes, falando com Igor Maciel sobre os vereadores presos por tentativa de extorsão.
 
Menezes falou que “não teria mais condições morais de voltar à Câmara, nem para Caruaru”, referindo-se às acusações levantadas pela Operação Ponto Final. Ele disse que, mesmo se não tivesse culpa, provaria a inocência e se desculparia com o povo de Caruaru. Afirmando que mesmo que tenha sido uma “arapuca, eles caíram” e que o dinheiro pode ser legal, mas às vezes é imoral.
 
“Eu tenho muito medo de ser desmoralizado”, enfatizou Rogério, afirmando que é possível renovar a imagem da Câmara de Vereadores, junto à população. “Sou contra políticos darem dinheiros às pessoas em troca de votos. E uma pessoa ligou me chamando de pirangueiro. Eu já fiz apresentações para arrecadar dinheiro para gente fazer cirurgia. Você deve ajudar o seu vizinho. Mas porque é que o político tem que dar dinheiro ao povo? Ninguém pede dinheiro ao taxista, ao médico, ou ao pedreiro. O político tem que dar dinheiro ao povo porque o povo sabe que ele rouba, e quer um pouquinho também”, pontuou.
 
O ex-vereador disse ainda acreditar que os vereadores “estão vendo muitas coisas erradas nas secretarias”, caso contrário temeriam uma atitude do tipo.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.