18 de setembro de 2013 às 08:44h

O BRT, os vereadores de Caruaru e a briga eleitoral que só prejudica o povo

 
Os vereadores de Caruaru sabem dar motivo para comparações fáceis. Afinal, eu poderia começar este texto dizendo que “quando era para prejudicar os professores eles não pensaram duas vezes e aprovaram o PCC, mas na hora de votar projetos que podem beneficiar a população, como o BRT e a licitação dos ônibus, eles querem estudar melhor a matéria”.
 
Esta seria a comparação fácil, mas não é completa. Os vereadores de Caruaru estão perdidos e não conseguem enxergar muita coisa além do próprio interesse. A justificativa de alguns é de causar riso. Uma delas foi a de que a prefeitura usou a palavra “repasse” em uma entrevista, quando, na verdade, trata-se de um financiamento. Usar a palavra “repasse” dá a entender que foi o deputado Wolney Queiroz quem conseguiu a verba.
 
Os vereadores só esquecem de uma coisa. A própria oposição se absteve de lançar candidato a deputado federal em 2010. Tony Gel, apoiou Augusto Coutinho, do Recife. E o nobre deputado, que no próximo mês dá um adeus ao DEM, nunca fez nada por Caruaru.
 
A prefeitura tentou passar gato por lebre nas declarações, tentando conseguir votos para Wolney? Seja de propósito ou não, é possível. Mas isso é motivo para os vereadores rejeitarem projetos que iriam beneficiar a população?
 
Pelo amor de Deus. Eu nem preciso responder.
 
Os vereadores de Caruaru estão buscando atenção e holofotes, já que não conseguem nada com o executivo da maneira que estavam acostumados, através de cargos e outros benefícios.
 
Usar o bem estar da população, os benefícios que o povo receberia, para se vingar da prefeitura, do deputado ou de quem quer que seja, pela falta de atenção financeira para o próprio bolso não é razoável.
 
Quanto à prefeitura e ao deputado, escolher melhor as palavras, ajuda pra não causar confusão.
 
Para registrar: o dinheiro virá através de um FINANCIAMENTO junto ao BNDES e à Caixa Econômica Federal. Trata-se de um puro e simples (não tão simples assim, na verdade) EMPRÉSTIMO. Com ele, o transporte coletivo em Caruaru poderá melhorar muito e se modernizar.
 
É isso, o resto é briga eleitoral, que não interessa ao povo.
 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.